Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Blocos afro dão toque étnico ao carnaval de Salvador neste sábado - Jornal Brasil em Folhas
Blocos afro dão toque étnico ao carnaval de Salvador neste sábado


Um dos momentos mais aguardados do carnaval de Salvador acontece na noite deste sábado (12): a saída do bloco afro Ilê Aiyê, do Terreiro Ilê Axé Jitolu, conhecido como “O Mais Belo dos Belos”. Os blocos afros são responsáveis por levar para a avenida uma mistura de cores, ritmos e fé, com inspiração na ancestralidade africana.

Este ano, o bloco afro mais antigo do país desfila a partir das 22h, saindo do bairro do Curuzu em direção ao Circuito Osmar (Campo Grande e Avenida Sete de Setembro). Como manda a tradição, o Ilê é aberto por uma cerimônia religiosa em reverência aos orixás, com a abertura de caminhos para dar início à passagem da agremiação pelas ruas do bairro da Liberdade, com movimentos e letras que exaltam o orgulho de ser negro.

Esse ano, o Ilê Aiyê adotou o tema: “Mandela, a Azânia [nome aplicado informalmente à África do Sul] celebra o centenário do seu Madiba”, em homenagem a Nelson Mandela. Essa é a segunda vez, em 44 anos, que o bloco - que reúne, aproximadamente, três mil associados - homenageia Mandela.

Ícones carnavalescos

Além do tradicional desfile do Ilê, também ganham as ruas da capital soteropolitana hoje os blocos Olodum e Filhos de Gandhy, do Pelourinho; Muzenza, da Liberdade; Malê Debalê, de Itapuã; e o caçula Cortejo Afro, do Conjunto Pirajá I.

Horas antes da passagem do Ilê, o bloco Malê Debalê desfila no Circuito Osmar (Campo Grande), por volta das 19h30, com o tema de valorização da mulher; Nzinga, Jokanas e Francisca: um poder feminista. O objetivo do bloco é conscientizar a sociedade sobre o respeito ao gênero feminino, com exemplos de mulheres que vão desde a Rainha de Angola, Nzinga; às índias baianas representadas pelas pataxós, Jokanas; e à mulher de Itapuã com uma figura icônica, Dona Francisquinha.

Já o bloco Muzenza passa pelo Campo Grande por volta das 20h30, com o tema A América dos ritmos africanos, que exalta a ligação entre os dois continentes. Cerca de 2.500 pessoas vão desfilar pelas ruas do Centro com as diversas alas do bloco, como a das baianas.

Ao todo, 39 entidades carnavalescas ligadas ao movimento afro serão apoiadas pela prefeitura neste ano, com um aporte de R$ 1 milhão. As agremiações que receberam maior apoio foram Ilê Aiyê, Muzenza, Olodum, Filhos de Gandhy, Malê Debalê e Cortejo Afro.

Atrações

Neste sábado, 50 atrações estão programadas nos dois principais circuitos da festa em Salvador: Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande-Avenida Sete). No circuito Dodô desfilam os blocos de Bell Marques, Preta Gil, Léo Santana, Timbalada, Alinne Rosa, Psirico, Luiz Caldas e Pablo.

Edição: Augusto Queiroz

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212