Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Renda fixa: onde investir e de quais aplicações fugir em fevereiro - Jornal Brasil em Folhas
Renda fixa: onde investir e de quais aplicações fugir em fevereiro


SÃO PAULO - Após o movimento recente de queda dos juros básicos, o time de analistas da XP Investimentos acredita que os ativos prefixados apresentam poucas possibilidades de ganhos adicionais. Neste contexto, os analistas sugerem a redução dessas posições no mês de fevereiro por meio de vendas para títulos públicos ou, para crédito privado prefixado, através de futuros de DI ou swap.

Do outro lado, a XP continua considerando atrativos os ativos indexados à inflação, com destaque para a NTN-B com vencimento em agosto de 2026.

O carregamento de posições em títulos ligados à inflação ainda é favorável, mas é interessante observar que, sem a evolução da agenda fiscal no Brasil, o mercado tem exigido prêmios maiores para os títulos indexados à inflação. Assim, uma NTN-B com vencimento em 2026 ainda remunera o investidor acima de 4,60% ao ano acima da inflação. Um bom retorno para quem compra hoje, mas é interessante notar que esses títulos não têm se valorizado na mesma velocidade do mercado acionário, ponderam os analistas.

Vale lembrar que o Ibovespa fechou o mês de janeiro em forte alta de 11,14%, aos 84.913 pontos, atingindo novo recorde. Enquanto isso, o período se caracterizou pela redução das curvas de juros brasileiras, tanto em termos reais quanto nominais, principalmente após o dia 24 de janeiro, dia do julgamento em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Com isso, os ativos indexados à inflação, representados pelo índice IMA-B da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), renderam 3,40%, ou 586% CDI, enquanto os ativos prefixados, representados pelo índice IRF-M da Anbima, renderam 1,30%, ou 224%CDI.

Os gestores que quiseram fazer sua aposta em Brasil no mercado de renda fixa, ficaram para trás em desempenho frente aos profissionais que tiveram a coragem em acreditar na melhora dos resultados das empresas após a saída da recessão e compraram posições em ações, avalia a XP.

Para o primeiro semestre do ano, os analistas acreditam que essa tendência possa continuar. Contudo, caso os títulos ligados a inflação comecem a se valorizar mais rápido a partir de agora, a XP consideraria reduzir as posições desses títulos mais próximos do patamar de 4,40% de retorno sobre a inflação.

Por enquanto, o posicionamento segue neutro em ativos prefixados e indexados à inflação e abaixo do neutro em ativos pós-fixados. Neste último caso, o objetivo da XP é aumentar sua alocação em multimercados e renda variável.

Entendemos que até o final de abril, devido ao IPC-A corrente, essas posições apresentaram ganhos acima do CDI. Dessa forma, seguimos neutros em relação a essa classe de risco, destacando que consideramos o patamar de juro real de 4,40% a.a. um ponto interessante de venda da posição, destacam os analistas em relatório.

 

Últimas Notícias

Um milhão de indígenas buscam alternativas para sobreviver
Seesp promove encontro de representantes das sedes do Jimi 2018
Agência de Transportes Aquaviários aprova estudos para leilões de terminais no Porto de Cabedelo
Hospital de Trauma de Campina Grande promove Curso de Atualização em Feridas e Curativos
Concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros tem quase 80 mil inscritos
Corpo de Bombeiros inicia Curso de Atendimento à Tentativa de Suicídio
Cuité e Esperança sediam audiências do ODE nesta sexta e sábado
Governo realiza programação do “Abril Verde” com ações preventivas de acidentes de trabalho

MAIS NOTICIAS

 

Miguel Díaz-Canel se prepara para substituir Raúl Castro em Cuba
 
 
Dividido, Conselho de Segurança da ONU buscará convergência em fazenda sueca
 
 
Piloto que pousou avião de emergência virou heroína nos EUA
 
 
TRF4 nega a Lula último recurso em segunda instância
 
 
Polícia faz busca e apreensão na Porsche e na Audi por Dieselgate
 
 
Aviões americanos ainda podem sobrevoar a Rússia, diz Moscou

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212