Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Gerry Adams deixa cargo como líder do Sinn Féin na Irlanda após 34 anos - Jornal Brasil em Folhas
Gerry Adams deixa cargo como líder do Sinn Féin na Irlanda após 34 anos


Gerry Adams entregou oficialmente neste sábado (10) o controle do partido Sinn Féin à sua herdeira política, Mary Lou McDonald, em Dublin, diante de mais de 2.000 pessoas reunidas em um congresso especial do partido nacionalista irlandês.

Ovacionado em vários momentos, Gerry Adams, reeleito uma última vez à frente de seu partido em novembro, havia anunciado a sua intenção de ceder o lugar a uma nova geração depois de 34 anos de liderança partidária.

A transição deverá ser tranquila, porque é a sua ex-braço direito, Mary Lou McDonald, eleita automaticamente por falta de concorrentes, que assume seu lugar depois de passar quase 10 anos ao seu lado como vice-presidente.

Para dissipar as dúvidas, isso não é uma coroação, disse Mary Lou McDonald, alguns momentos depois de ser eleita oficialmente.

Gerry Adams assegurou, por sua vez, que vai se retirar definitivamente da política, dizendo que não buscará um novo mandato no Parlamento irlandês e não será candidato à Presidência irlandesa como alguns suspeitavam.

Encarnação histórica da luta pela reunificação da Irlanda, Gerry Adams continua a ser conhecido e controverso em todo o mundo por sua alegada relação com o Exército Republicano Irlandês (IRA), autor de numerosos ataques violentos contra a presença britânica entre os anos 1960 e 1990.

Descrito como um assassino pelas famílias das vítimas do IRA, é igualmente percebido como um artesão da paz que gradualmente se instalou na Irlanda do Norte há 20 anos.

Mary Lou McDonald prestou homenagem ao seu mentor, afirmando que sem ele não haveria acordo de paz na Sexta-Feira Santa, ressaltando a necessidade de continuar o trabalho de reconciliação.

O advento do McDonald, de 48 anos, sem vínculo direto com o grupo paramilitar, marca um passo simbólico para o Sinn Féin, embora a nova presidente seja acusada de seguir a linha tradicional do partido em relação ao IRA.

Mas sua posição sobre a desigualdade social, em favor dos serviços públicos ou do aborto está em consonância com as orientações atuais do Sinn Féin, que ela agora incorpora. Em particular, está empenhada na luta contra as mudanças climáticas, em defesa da Europa e a favor do referendo previsto para maio para liberalizar o aborto.

Mary Lou McDonald reafirmou os lemas do partido, apresentando-o como a formação que luta pelas pessoas comuns.

O Sinn Féin, que se tornou sob a presidência de Gerry Adams a segunda força política na Irlanda do Norte e a terceira na República da Irlanda, conquistou ao longo dos anos dezenas de representantes em Dublin, Belfast, Londres e Bruxelas, ainda aspira à reunificação da ilha.

Nosso objetivo é ganhar, ganhar eleições, aumentar nosso peso político, realizar nossa ambição de estar no governo no Norte e no Sul, conseguir vitórias políticas todos os dias e, finalmente, alcançar a Unidade irlandesa, afirmou a nova presidente.

Com uma retórica anti-austeridade, o Sinn Féin também se baseia em sua firme oposição ao Brexit para ganhar mais votos, particularmente na Irlanda do Norte, que votou quase 56% contra a saída da União Europeia.

Mary Lou McDonald promete assim que a Irlanda não será o dano colateral dos jogos políticos e os erros dos conservadores de Londres.

Gerry Adams, que foi eleito para o Parlamento de Belfast e Westminster, disse recentemente à agência de notícias britânica PA que, com o Brexit, a ideia de uma Irlanda Unida está muito mais presente no debate.

Para a nova presidente do Sinn Féin, o objetivo agora é convencer o eleitorado com uma nova geração de líderes.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212