Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Líder norte-coreano convida presidente da Coreia do Sul a Pyongyang - Jornal Brasil em Folhas
Líder norte-coreano convida presidente da Coreia do Sul a Pyongyang


O líder norte-coreano, Kim Jong Un, convidou o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, a participar de uma reunião de cúpula em Pyongyang, no momento em que Washington adverte sobre a operação de sedução olímpica do regime norte-coreano.

O convite foi transmitido por Kim Yo Jong, irmã do líder norte-coreano, que visita a Coreia do Sul por ocasião dos Jogos Olímpicos de Inverno, informou um porta-voz da Casa Azul, presidência sul-coreana.

Caso a cúpula aconteça, será a terceira deste tipo, depois das reuniões que Kim Jong II, pai do atual líder norte-coreano, teve em Pyongyang com os presidentes sul-coreanos Kim Dae-jung e Roh Moo-Hyun, em 2000 e 2007, respectivamente.

Mas o encontro poderia gerar discórdia entre Moon, partidário do diálogo com o Norte, e o presidente americano, Donald Trump, que até poucas semanas atrás trocava insultos e ameaças apocalípticas com Kim.

Washington exige que Pyongyang mostre, antes de qualquer negociação, que está disposta a renunciar a seu programa nuclear militar, quando o próprio Kim se vangloriava, há pouco tempo, de seu país ter se tornado um Estado nuclear de pleno direito.

Moon recebeu para um almoço neste sábado o chefe de Estado da Coreia do Norte, Kim Yong Nam, cujo cargo é protocolar, e Kim Yo Jong.

- Carta pessoal -

A enviada especial Kim Yo Jong entregou uma carta pessoal de seu irmão que expressa o desejo do mesmo de melhorar a relação intercoreana, declarou o porta-voz de Moon, Kim Eui-kyeom.

Também transmitiu verbalmente o convite de seu irmão para que Moon Jae-in visite o Norte no momento que mais lhe convier, acrescentou.

A proposta é feita após dois anos de extrema tensão na península, período em que Pyongyang realizou três testes nucleares, o último e mais potente deles em setembro passado.

A Coreia do Norte também efetuou dezenas de testes de mísseis, em meio a ameaças de que tem capacidade de lançar uma bomba atômica que atinja os Estados Unidos.

O presidente sul-coreano não aceitou o convite de imediato. Pediu que sejam criadas boas condições para a visita, e que o Norte busque de forma mais ativa o diálogo com os Estados Unidos, assinalou.

É absolutamente necessário que o Norte e os Estados Unidos iniciem um diálogo rapidamente, disse o presidente sul-coreano, citado por seu porta-voz.

Analistas sugerem que a Coreia do Norte busca, com sua participação nos Jogos da Paz, obter um abrandamento das sanções contra o regime e prejudicar a relação entre Seul e Washington.

Kim Yo Jong viveu uma ascensão fulgurante ao topo do poder, que seu irmão herdou do pai de ambos no fim de 2011. Desde outubro, integra o poderoso órgão político do partido único no poder na Coreia do Norte.

O último membro da família Kim a visitar Seul havia sido seu avô Kim Il Sung, fundador do regime, quando suas tropas conquistaram a capital em 1950.

- Nenhum contato -

Durante a cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno, o vice-presidente americano, Mike Pence, não entrou em contato com os representantes norte-coreanos, informaram fontes americanas.

Os Estados Unidos não permitirão que a farsa representada pela propaganda norte-coreana siga sem resposta no cenário internacional, publicou Pence no Twitter neste sábado. O mundo NÃO PODE permanecer de ouvidos fechados ante a opressão e as ameaças do regime de Kim, criticou.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212