Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Netanyahu discute com EUA anexação de colônias na Cisjordânia, diz porta-voz - Jornal Brasil em Folhas
Netanyahu discute com EUA anexação de colônias na Cisjordânia, diz porta-voz


O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira (12) que estava discutindo há algum tempo com os Estados Unidos o projeto de anexar colônias na Cisjordânia ocupada, indicou um de seus porta-vozes, o que foi denunciado pela direção palestina como um roubo organizado com a cumplicidade de Washington, embora tenha sido negado pela Casa Branca.

Sobre o tema da aplicação da soberania israelense (nas colônias), posso dizê-los que há algum tempo falo com os americanos, disse Netanyahu a deputados de seu partido, o Likud (direita conservadora), segundo este porta-voz.

Aplicar a soberania israelense nas colônias pode ser considerada uma anexação. Esta declaração atribuída publicamente a Netanyahu é a primeira expressão de apoio de sua parte a um projeto defendido por vários membros de seu partido e de sua maioria no Parlamento.

A Casa Branca, contudo, negou a alegação de Israel - numa rara demonstração pública de discordância. O porta-voz Josh Raffel, próximo a Jared Kushner, disse que relatos de que os Estados Unidos discutiram com Israel um plano de anexação para a Cisjordânia são falsos. Os dois países nunca debateram tal proposta, garantiu.

Uma anexação complicaria ainda mais a busca de uma saída ao conflito israelense-palestino e a solução de dois Estados, ou seja, a criação de um Estado palestino que é a referência da ONU e de grande parte da comunidade internacional.

A última declaração de Netanyahu confirma a cumplicidade dos Estados Unidos com os planos coloniais israelenses, reagiu Saeb Erakat, secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), condenando um roubo organizado de terras.

A colonização israelense é ilegal do ponto de vista do direito internacional. A comunidade internacional também considera ilegal a anexação de Jerusalém Oriental, ocupada por Israel desde 1967. O presidente americano, Donald Trump, reconheceu em dezembro Jerusalém como capital de Israel.

Netanyahu disse que queria coordenar essa eventualidade com os Estados Unidos porque é um aliado estratégico para Israel.

Dois deputados, um deles do Likud, propuseram uma lei para aplicar a soberania israelense nas colônias na Cisjordânia. Netanyahu a bloqueou no domingo.

 

Últimas Notícias

Um milhão de indígenas buscam alternativas para sobreviver
Seesp promove encontro de representantes das sedes do Jimi 2018
Agência de Transportes Aquaviários aprova estudos para leilões de terminais no Porto de Cabedelo
Hospital de Trauma de Campina Grande promove Curso de Atualização em Feridas e Curativos
Concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros tem quase 80 mil inscritos
Corpo de Bombeiros inicia Curso de Atendimento à Tentativa de Suicídio
Cuité e Esperança sediam audiências do ODE nesta sexta e sábado
Governo realiza programação do “Abril Verde” com ações preventivas de acidentes de trabalho

MAIS NOTICIAS

 

Miguel Díaz-Canel se prepara para substituir Raúl Castro em Cuba
 
 
Dividido, Conselho de Segurança da ONU buscará convergência em fazenda sueca
 
 
Piloto que pousou avião de emergência virou heroína nos EUA
 
 
TRF4 nega a Lula último recurso em segunda instância
 
 
Polícia faz busca e apreensão na Porsche e na Audi por Dieselgate
 
 
Aviões americanos ainda podem sobrevoar a Rússia, diz Moscou

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212