Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Netanyahu discute com EUA anexação de colônias na Cisjordânia, diz porta-voz - Jornal Brasil em Folhas
Netanyahu discute com EUA anexação de colônias na Cisjordânia, diz porta-voz


O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta segunda-feira (12) que estava discutindo há algum tempo com os Estados Unidos o projeto de anexar colônias na Cisjordânia ocupada, indicou um de seus porta-vozes, o que foi denunciado pela direção palestina como um roubo organizado com a cumplicidade de Washington, embora tenha sido negado pela Casa Branca.

Sobre o tema da aplicação da soberania israelense (nas colônias), posso dizê-los que há algum tempo falo com os americanos, disse Netanyahu a deputados de seu partido, o Likud (direita conservadora), segundo este porta-voz.

Aplicar a soberania israelense nas colônias pode ser considerada uma anexação. Esta declaração atribuída publicamente a Netanyahu é a primeira expressão de apoio de sua parte a um projeto defendido por vários membros de seu partido e de sua maioria no Parlamento.

A Casa Branca, contudo, negou a alegação de Israel - numa rara demonstração pública de discordância. O porta-voz Josh Raffel, próximo a Jared Kushner, disse que relatos de que os Estados Unidos discutiram com Israel um plano de anexação para a Cisjordânia são falsos. Os dois países nunca debateram tal proposta, garantiu.

Uma anexação complicaria ainda mais a busca de uma saída ao conflito israelense-palestino e a solução de dois Estados, ou seja, a criação de um Estado palestino que é a referência da ONU e de grande parte da comunidade internacional.

A última declaração de Netanyahu confirma a cumplicidade dos Estados Unidos com os planos coloniais israelenses, reagiu Saeb Erakat, secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), condenando um roubo organizado de terras.

A colonização israelense é ilegal do ponto de vista do direito internacional. A comunidade internacional também considera ilegal a anexação de Jerusalém Oriental, ocupada por Israel desde 1967. O presidente americano, Donald Trump, reconheceu em dezembro Jerusalém como capital de Israel.

Netanyahu disse que queria coordenar essa eventualidade com os Estados Unidos porque é um aliado estratégico para Israel.

Dois deputados, um deles do Likud, propuseram uma lei para aplicar a soberania israelense nas colônias na Cisjordânia. Netanyahu a bloqueou no domingo.

 

Últimas Notícias

Goiás Fomento liberou R$ 37 milhões para setor empresarial de Aparecida de Goiânia
Food Garden Flamboyant oferece conteúdo e o melhor da gastronomia
TIM contempla clientes de todo o Brasil com um par de ingressos para cinemas
Goiás quer menos desperdício de dinheiro e mais ações sociais efetivas em parceria com as igrejas, diz Ronaldo Caiado em Catalão
Evolução de Meirelles em pesquisas anima MDB
Lotéricas lutam para continuar recebendo faturas da Enel
Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019
Senado aprova projeto relatado por Caiado que cria política de assistência a pacientes com doenças raras

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212