Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Receita paga restituição de 102 mil contribuintes que caíram na malha fina - Jornal Brasil em Folhas
Receita paga restituição de 102 mil contribuintes que caíram na malha fina


SÃO PAULO - A Receita Federal fará, nesta quinta-feira (15), o pagamento dos lotes residuais das declarações de imposto de renda recebidas entre 2008 e 2017 a 102 mil contribuintes que caíram na malha fina. No total, serão pagos R$ 210 milhões.

Para saber se sua declaração foi liberada, acesse o site da Receita Federal, baixe o aplicativo ou ligue para o Receitafone, no número 146. Os valores foram corrigidos pela taxa básica de juros da economia, a Selic.

De acordo com a Receita, o dinheiro ficará disponível no banco por um ano. Se, ao fim desse período, o contribuinte não fizer o resgate do valor, deve pedir pela internet, pelo Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição ou no e-CAC. Do total de pessoas que vão receber o crédito, 20 mil são idosos e 1,7 mil têm alguma deficiência física ou mental ou doença grave.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra sua conta na XPPara não cair na malha fina:

1. Salários de dezembro não entram na declaração se forem pagos em janeiro. Ou seja: se o valor recebido pelo trabalho efetuado em dezembro de 2017 for recebido após o dia 31 de dezembro, ele só deve ser declarado em 2019, pois foi recebido em janeiro deste ano.

2. Não se esqueça de incluir os centavos na hora de declarar os valores, separados com vírgula. Se você teve rendimentos de R$ 10 mil durante o ano, na declaração deve constar: R$ 10.000,00

3. Não deixe para a última hora. Fique atento ao prazo e aproveite para enviar a declaração com antecedência, para que não falte nem sobre nada.

4. Declare tudo o que de fato recebeu e pagou. Se você tem mais de uma fonte de renda, não se esqueça que a Receita cruza informações declaradas pelas pessoas físicas com aquelas declaradas pelas empresas. Se nessa equação constar que você recebeu valores que não declarou, haverá problemas.

5. Crianças, idosos e outros dependentes só podem entrar em uma única declaração. Além disso, é indispensável declarar também os rendimentos dos dependentes, quaisquer que sejam.

6. Cuidado na hora de declarar despesas médicas. Novamente: a Receita cruza informações declaradas, então, médicos, clínicas, laboratórios e planos de saúde também vão declarar o que você pagou. No caso específico dos planos de saúde, não declare despesas de pessoas que não são suas dependentes.

7. Saiba o que é dedutível ou não. Consulte o site da Receita Federal ou o Receitafone caso tenha alguma dúvida. Alguns exemplos de despesas não dedutíveis são: academia, cursinhos, remédios, cirurgias plásticas etc. Se você possui algum investimento ou aplicação financeira, declare todas. As instituições financeiras vão enviar todas as informações à Receita.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212