Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Advogado de Trump admite que pagou US$ 130 mil a atriz pornô ligada ao presidente - Jornal Brasil em Folhas
Advogado de Trump admite que pagou US$ 130 mil a atriz pornô ligada ao presidente


A atriz pornô Stormy Daniels anima festa pelo Super Bowl no Sapphire Las Vegas Gentlemens Club em 4 de fevereiro de 2018 em Las Vegas, Nevada

O advogado pessoal do presidente americano, Donald Trump, revelou que pagou 130.000 dólares de seu próprio bolso a uma atriz pornô que disse ter mantido um caso com o magnata do setor imobiliário em 2006.

Em um comunicado publicado no jornal The New York Times, o advogado Michael Cohen não revelou os motivos para o pagamento à atriz Stormy Daniels pouco antes das eleições presidenciais de 2016.

Cohen insistiu que fez o pagamento por contra própria e que nem Organização Trump, nem a campanha de Trump participaram da transação. Ele ainda afirmou que não foi reembolsado.

O pagamento à atriz, cujo nome real é Stephanie Clifford, de 38 anos, não foi uma contribuição à campanha, ou um gasto de campanha por parte de ninguém, completou o advogado no comunicado.

Trump se recusou a comentar o assunto nesta quarta. A Casa Branca se esquivou de perguntas sobre um possível relacionamento, e o vice-presidente Mike Pence classificou as sugestões como a última acusação sem fundamentos contra o presidente.

As declarações do advogado podem reativar as especulações sobre o relacionamento de Trump com sua esposa, Melania, que em janeiro cancelou uma viagem a Davos, na Suíça. O presidente compareceu ao Fórum Econômico Mundial sozinho, depois das primeiras revelações sobre o suposto caso com a atriz pornô.

- Transação privada -

No mês passado, a revista In Touch publicou uma entrevista de 2011 com Daniels, na qual a mulher deu sua versão da história.

Segundo o Wall Street Journal, ela confessou ter tido contatos sexuais com Trump à margem de um torneio de golfe em julho de 2006, poucos mses após Melania ter dado à luz seu filho Baron.

Mas, depois de assinar um acordo de confidencialidade, ela negou a relação.

Esquecido pouco antes das eleições, o caso ressurgiu devido a um processo judicial contra Cohen por supostamente violar as leis de financiamento eleitoral.

Cohen disse que o pagamento, que ele considera uma transação privada, era legal. Ele se recusou a confirmar se Trump estava ciente.

Mas a ONG Common Cause, que apresentou a denúncia federal, disse ter motivos para acreditar que o dinheiro deve ser considerado um gasto de campanha, porque foi pago com o objetivo de influenciar nas eleições presidenciais de 2016, segundo o documento legal apresentado pela organização.

Cohen disse ao Times que a acusação da Common Cause não se sustenta nos fatos e carece de base legal, e que apresentou uma resposta às autoridades eleitorais.

- Envergonhada -

Clifford aproveita a nova fama fazendo uma turnê por clubes de strip-tease nos Estados Unidos.

Entrevistada no fim de janeiro no talk-show de Jimmy Kimmel no canal ABC, Stormy Daniels, que teria assinado um acordo de confidencialidade, não revelou nada em especial, sorrindo de maneira envergonhada e evitando as perguntas do apresentador.

Durante a campanha pela Casa Branca e desde que assumiu a Presidência, Trump foi acusado por várias mulheres de assédio no passado. Ele nega as acusações de forma categórica.

Durante a campanha presidencial em 2016, um vídeo de 2005 foi divulgado e, nele, o presidente Trump aparece se gabando de poder agarrar as mulheres pela vagina pelo simples fato de ser uma celebridade.

Muitos consideraram que o vídeo seria fatal para sua candidatura - além das denúncias de várias mulheres por assédio, ou por agressão sexual -, mas Trump foi eleito o 45° presidente da história dos Estados Unidos.

Em uma sociedade considerada puritana como a americana, o adultério é malvisto. Mas Donald Trump já demonstrou que, para ele, as regras clássicas da política não são, obrigatoriamente, aplicadas.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212