Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo federal vai decretar emergência social em Roraima - Jornal Brasil em Folhas
Governo federal vai decretar emergência social em Roraima


Após reunião ministerial para tratar da imigração em massa de venezuelanos para Roraima, o presidente Michel Temer decidiu usar o argumento de “emergência social” no local para editar uma Medida Provisória (MP) que, entre outras ações, duplicará o efetivo militar na região. O governo também anunciou que vai montar um hospital de campanha e criar um sistema de triagem que permitirá identificar qual tipo de assistência cada um precisa.

A MP com essas ações deverá ser publicada entre quinta (15) e sexta-feira (16), segundo o ministro da Justiça, Torquato Jardim. Com o decreto, o governo pode enviar recursos e efetivo militar de forma imediata. De acordo com o ministro, o objetivo não é barrar a entrada dos venezuelanos, mas sim organizar o fluxo e melhorar a assistência tanto para os estrangeiros quanto para a população de Roraima.

“Haverá aumento de força armada, praticamente do Exército, em Pacaraima. Não para proibir a entrada de Venezuelanos, que seria contrário aos tratados de direitos humanos que o Brasil subscreve. Seria para fazer uma seleção para saber quem está chegando e que tipo de ajuda cada um precisa. Uns precisam de assistência médica, outros já são mais qualificados para conseguir emprego”, afirmou Jardim.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, que também participou da reunião, disse que um general coordenará essa operação. O efetivo militar se concentrará em Pacaraima, na fronteira, e passará dos atuais cem homens para 200. Ele anunciou que haverá postos de controle espalhados também pelo interior do Estado.

Desde 2015 o Estado vem enfrentando problemas com o aumento da entrada de venezuelanos pela fronteira. A situação vem piorando devido à crise política, humanitária e social por que passa aquele país.

Na quarta-feira (14), agentes da Força Nacional foram enviados para reforçar o policiamento em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela. Cerca de 30 homens e oito veículos da tropa que estavam em Manaus foram deslocados para o local. Não há prazo definido de permanência da tropa.
Secretário pede barreira sanitária

BOA VISTA. O secretário de Saúde de Boa Vista, Marcelo Batista, disse nesta quarta-feira que o Estado está sob alerta de um possível surto de sarampo. A declaração ocorre após uma menina venezuelana de 1 ano ter sido diagnosticada com a doença. O vírus havia sido erradicado desde 2015 no país, segundo Batista.

O secretário ressaltou ser necessária uma barreira sanitária em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela. Na visita oficial do presidente Michel Temer (PMDB) na segunda-feira, Batista disse que o Estado pediu ao peemedebista uma ação de controle.

“As pessoas que vêm dos países que fazem fronteira com o Brasil não são obrigadas a serem vacinadas. Ao contrário dos brasileiros, que são obrigados a mostrar a carteira de vacina”, explicou. Embora haja vacinas em Pacaraima, o secretário revela que os venezuelanos não são obrigados a tomar a vacina. “Enquanto não mudar essa situação, não podemos fazer nada. Dos 100% dos pacientes atendidos no hospital da cidade 90% são venezuelanos. Desses, 70% estão com malária”, disse.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212