Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Juros baixos por longo período devem beneficiar fundos multimercados, diz XP - Jornal Brasil em Folhas
Juros baixos por longo período devem beneficiar fundos multimercados, diz XP


SÃO PAULO - Apesar do ambiente mais volátil no mercado doméstico, por expectativa com eleição e incertezas sobre a reforma da Previdência, a XP Investimentos mantém sua perspectiva de que os fundos multimercados tendem a se beneficiar de um ambiente de corte de juros e manutenção de uma taxa baixa por um período prolongado.

A perspectiva de manutenção dos juros no menor patamar histórico é sólida no mercado, que indica há 7 semanas que a Selic terminará o ano de 2018 em 6,75%, conforme Boletim Focus. Nesta quinta-feira (15), o Banco Central divulgou a ata da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), ocorrida na semana passada, e voltou a sinalizar menores chances para a continuidade do ciclo de flexibilização monetária, mas ainda não excluiu totalmente essa possibilidade.

No documento, o Banco Central ressaltou o cenário externo como fator desfavorável a uma nova redução na Selic na próxima reunião, marcada para março, enquanto um ambiente de inflação baixa poderia oferecer espaço para um movimento adicional. Segundo o texto, a interrupção da flexibilização seria mais adequada para a próxima reunião do Copom.

Fundos multimercados se destacaram em janeiro

O InfoMoney TV estreou na semana passada o Top Fundos, programa focado em fundos de investimentos e que trará as aplicações que se destacaram no mês anterior, além de recomendações e dicas para escolher a melhor opção para investir ao longo de 2018.

Na estreia, José Tibães, analista de fundos de investimentos da XP, falou sobre as características e estratégias dos 3 fundos multimercados macro disponíveis na plataforma da XP Investimentos que se destacaram no mês passado e foram os campeões em retorno. O primeiro deles chegou a ganhar mais de 1.000% do CDI em janeiro, cuja taxa foi de 0,56% no período.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212