Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


12 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Vacina sazonal contra gripe foi 36% eficaz, dizem especialistas nos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Vacina sazonal contra gripe foi 36% eficaz, dizem especialistas nos EUA


A vacina contra a gripe desta temporada foi 36% eficaz, mas ainda vale a pena ser tomada porque pode ajudar a evitar complicações graves, disseram autoridades da saúde dos EUA

A vacina contra a gripe desta temporada foi 36% eficaz no total, muito menos do que a vacina de 2016-2017, mas ainda vale a pena ser tomada porque pode ajudar a evitar complicações graves, disseram autoridades da saúde dos EUA nesta quinta-feira (15).

O relatório dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA foi divulgado nas últimas semanas da atual temporada de gripe, que tem sido a mais ativa desde a pandemia de gripe suína de 2009.

A vacina contra a gripe da última temporada foi aparentemente melhor - 48% eficaz no total e 32% nos Estados Unidos contra o tipo H3N2, a cepa mais comum do vírus.

Nesta temporada, a vacina foi apenas 25% efetiva contra o H3N2, a cepa predominante da gripe em circulação, segundo o relatório dos CDC.

Isso indica que a vacinação proporcionou alguma proteção, em contraste com estimativas interinas não significativas relatadas recentemente, de 17% do Canadá e 10% da Austrália, disse o relatório.

O CDC enfatizou que, apesar dos baixos números, a vacina preveniu muitas internações relacionadas à gripe entre crianças de seis meses a oito anos.

Além disso, a vacina forneceu proteção substancial contra os vírus circulantes H1N1, que foram menos comuns do que o H3N2 este ano.

A vacina foi 67% eficaz contra o H1N1.

Os CDC continuam recomendando a vacinação contra a gripe, enquanto os vírus da gripe estão circulando na comunidade; é provável que haja mais algumas semanas de atividade da gripe, afirmou.

A eficácia da vacina contra a gripe muda de ano para ano, e variou de 10% a 60% ao longo dos últimos 12 anos, de acordo com o médico Robert Glatter, do Lenox Hill Hospital, em Nova York.

Ainda assim, ele disse, vale a pena tomá-la, até que uma vacina melhor e universal possa ser feita.

Ainda é prudente tomar a vacina porque a gravidade da sua doença será reduzida, apontou.

Pesquisas mostraram que uma mutação na cepa H3N2 do vírus, que não apareceu na vacina produzida em massa que é cultivada usando ovos, é a razão pela qual a vacina ofereceu pouca proteção na última temporada.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212