Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 FAO exige políticas de Estado para reduzir fome e obesidade na América Latina - Jornal Brasil em Folhas
FAO exige políticas de Estado para reduzir fome e obesidade na América Latina


A FAO exige políticas de Estado para combater o aumento da fome, que afeta 42,5 milhões de pessoas, e a epidemia de obesidade, que atinge 90 milhões na América Latina, ante sua próxima conferência regional na Jamaica.

A fome na região não é fruto da falta de alimentos, mas um problema de acesso a eles, afirma a organização, que insta a uma solução política.

Trata-se de transformar a segurança alimentar em uma política de Estado, assegura a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), que abordará estes temas na próxima conferência regional que será realizada entre 5 e 8 de março na Jamaica.

Isso se deve a que, pela primeira vez em duas décadas, a fome voltou a crescer na América Latina - em 2,4 milhões de pessoas - chegando a um total de 42,5 milhões em uma população de mais de 600 milhões na região.

Com uma prevalência de 13%, a Venezuela é o país da América Latina onde a fome mais aumentou. No período 2014-2015 contava com 4,1 milhões de pessoas subalimentadas frente a 1,1 milhão do período 2010-2012.

Outros países que registraram um aumento da fome neste período foram Argentina, Equador, El Salvador e Peru.

Mas o grande paradoxo é que ao mesmo tempo que a fome aumenta, cresce a obesidade, uma epidemia fora de controle em todos os países e setores sociais da região, segundo a organização.

Metade da população na América Latina tem sobrepeso e 90 milhões de pessoas são obesas, segundo o representante regional da FAO para América Latina e Caribe, Julio Berdegué.

Mas talvez o mais alarmante seja que metade das crianças em idade pré-escolar já têm problemas de sobrepeso e obesidade.

Na região, mais pessoas morrem devido à obesidade do que fruto dos homicídios, diz a FAO, que espera fomentar no encontro de março alianças entre todos os atores do sistema alimentar, para transformá-lo e garantir uma alimentação saudável, balanceada e nutritiva para todos.

A crise econômica e os episódios climáticos contribuíram para o aumento da fome, mas há fatores mais difíceis de combater, que têm origem na desigualdade, segundo Julio Berdegué.

Sem um impulso imediato e em grande escala, a região não poderá alcançar a meta do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável: Fome zero para o ano 2030, adverte a FAO, que quer pedir aos 33 países-membros da região um mandato para identificar os 100 territórios mais vulneráveis e pôr mais dinheiro, mais tempo e mais profissionais para eliminar estes bolsões de pobreza.

Além de trabalhar em uma agenda para frear o aumento da fome e da desnutrição, a FAO espera que na próxima conferência sejam criadas as bases para construir um futuro sem pobreza rural, transformar a agricultura para que seja sustentável e resiliente às mudanças climáticas, e resolver as causas da emigração para que esta seja uma opção e não uma necessidade.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212