Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 População do Rio ainda sofre com as consequências do temporal de quinta-feira - Jornal Brasil em Folhas
População do Rio ainda sofre com as consequências do temporal de quinta-feira


O temporal que atingiu a cidade do Rio de Janeiro na madrugada de quinta-feira (15) ainda traz transtornos para a população, O restabelecimento da energia elétrica não ocorre plenamente, várias residências permanecem sem luz.

A concessionária de distribuição de energia Light informou hoje (17) que continua atuando nas ruas para restabelecer o abastecimento e que, neste sábado, 2,5% de seus clientes ainda estavam sem energia.

Na quinta-feira, segundo a Light, esse percentual era de 20%. O temporal durou pouco mais de uma hora e deixou um saldo de quatro mortos e 2 mil moradores desalojados, além de dezenas de bairros sem luz.

De acordo com a Light, não há mais trecho de bairro com grande número de consumidores sem energia. Agora, a empresa trabalha em situações isoladas, com endereços específicos, onde há transformadores ou ramais danificados nas residências dos clientes.

Para atender esses casos, a concessionária aumentou número de profissionais em campo, de 1.500 para cerca de 2 mil, totalizando 400 equipes, deslocando turmas, inclusive, do Vale do Paraíba e da Baixada Fluminense, regiões que não foram afetadas pela forte chuva para reforçar o seu quadro funcional nas ruas.

Limpeza e remoção de árvores

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) informou que desde a madrugada da última quinta-feira, vem atuando em ações em todo município, intensificadas nos bairros mais atingidos pelo temporal.

A Comlurb informou que foram conta bilizadas cerca de 1.300 ocorrências de queda de árvores e de grandes galhos, o maior número de incidências desde que a companhia assumiu a poda das árvores em áreas públicas em 2008.

A companhia está trabalhando com 2.500 garis, 141 veículos e equipamentos, como caminhões compactadores, basculantes, pipas, pás mecânicas e motosserras.

Até este sábado foram removidas 47% das árvores nas principais vias, desobstruindo as ruas e liberando o tráfego, limpeza e raspagem de 2.250 quilômetros de sarjetas, corte e remoção de 610 árvores e recolhidas 1.600 toneladas de lixo e lama.

Os bairros mais atingidos pelo temporal foram Tijuca, Ilha do Governador, Santa Cruz, Jacarepaguá, Jardim Sulacap, Campinho, Vila Cosmos, Centro, Irajá, Quintino, Barra da Tijuca, Recreio, Pedra de Guaratiba, Penha, Vila Valqueire, Rio das Pedras e Campo Grande.

Edição: Aécio Amado

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212