Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tarifa de energia pode cair 2% com privatização da Eletrobras - Jornal Brasil em Folhas
Tarifa de energia pode cair 2% com privatização da Eletrobras


BRASÍLIA. As tarifas de energia no país podem ser reduzidas em aproximadamente 2%, caso seja se aprovada proposta do governo federal que faz parte do projeto de lei enviado pelo Palácio do Planalto ao Congresso, tratando da privatização de seis distribuidoras da Eletrobras. O governo federal divulgou em agosto de 2017 a intenção de desestatizar a empresa, com objetivo de concluir o processo ainda em 2018.

A estatal tem bilhões de reais a receber da União em indenizações pela renovação antecipada de seus contratos de transmissão em 2013, devido a investimentos feitos nos ativos que ainda não tinham sido amortizados na época. Após o governo decidir, ainda em 2016, que o custo das indenizações seria repassado aos consumidores, a Eletrobras começou, no ano passado, a receber o dinheiro, parcelado em oito anos.

A proposta do projeto é que o prazo para pagamento, hoje fixado em oito anos, passe a ser pelo tempo remanescente da concessão, ou seja, pode superar 20 anos. A medida deve reduzir as contas de luz em torno de 2%”, disse a companhia, em publicação em seu site, sem especificar como e a partir de quando isso aconteceria.

Os acionistas da Eletrobras aprovaram, em assembleia no último dia 8, a privatização das seis distribuidoras de energia, que ficam em estados do Norte e do Nordeste do país. Na assembleia, aprovaram ainda a proposta de que a Eletrobras assuma R$ 11,2 bilhões em dívidas das distribuidoras com a própria estatal, além de outros R$ 8,5 bilhões em créditos e obrigações que essas empresas têm com fundos do setor elétrico. Caso os R$ 8,5 bilhões acabem virando dívida, a Eletrobras assumirá um passivo de R$ 19,7 bilhões.

As seis distribuidoras que serão colocadas à venda são: Amazonas Distribuidora de Energia, que atende o Amazonas; Boa Vista Energia, que abastece Roraima; Centrais Elétricas de Rondônia, que atende Rondônia; Companhia de Eletricidade do Acre, que atende o Acre; Companhia Energética de Alagoas, que atua em Alagoas; e Companhia de Energia do Piauí.


 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212