Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Militantes do partido britânico UKIP votam pela saída de seu líder - Jornal Brasil em Folhas
Militantes do partido britânico UKIP votam pela saída de seu líder


Os membros do partido britânico UKIP votaram neste sábado (17) a favor de retirar de suas funções Henry Bolton, líder da formação eurofóbica e anti-imigração, que mergulhou em uma nova crise.

O partido, que desempenhou um papel fundamental no referendo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, agora encara sua quarta eleição de líder em 18 meses.

Eleito em setembro, Bolton viu-se confrontado no mês passado com um voto de desconfiança do comitê executivo do partido, devido a um escândalo provocado depois dos comentários racistas de sua ex-namorada sobre a noiva do príncipe Harry. Apesar do voto contra ele, Bolton negou-se a renunciar.

Após este voto de confiança, convocou-se o congresso extraordinário deste sábado em Birmingham.

Henry Bolton foi destituído por uma decisão democrática dos militantes, com 63% dos votos, declarou Paul Oakden, presidente não eleito do UKIP, encarregado do funcionamento organizacional do partido.

O líder populista teria sido alvo de uma enxurrada de pedidos para se demitir, depois que um jornal britânico revelou que sua agora ex-namorada Jo Marney fez comentários racistas sobre a noiva do príncipe Harry, Meghan Markle, e as pessoas negras.

Depois do escândalo, Bolton pôs fim à relação com Jo Marney, 29 anos mais jovem que ele, por quem havia deixado a esposa. Mas a imprensa britânica publicou depois fotos em que apareciam juntos.

No Daily Telegraph, Nigel Farage, líder histórico do partido, lamentou a ocorrência deste drama. Declarou, no entanto, apoio a Henry Bolton, avaliando que a situação do UKIP estava muito deteriorada para se lançar à busca de um novo chefe.

Bolton advertiu também neste sábado sobre o impacto que sua destituição teria. Penso que vai ser muito difícil que o partido sobreviva.

Ex-oficial do exército de 54 anos, Bolton era o terceiro líder do partido desde que Farage deixou o cargo em novembro de 2016, pouco após o referendo de 23 de junho do mesmo ano, no qual se decidiu pela saída do Reino Unido da União Europeia.

O UKIP fez campanha pelo Brexit, mas desde então tem problemas em encontrar seu lugar enquanto deve fazer frente a dificuldades financeiras.

A eleição do novo líder deve ser organizada em um prazo de 90 dias. Durante esse período, a presidência será ocupada interinamente por Gerard Batten.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212