Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Senado instala subcomissão temporária do Fórum Mundial da Água - Jornal Brasil em Folhas
Senado instala subcomissão temporária do Fórum Mundial da Água


Em sessão especial no Plenário do Senado Federal, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional instalou hoje (22) a Subcomissão Temporária do Fórum Mundial da Água. O grupo deve definir diretrizes para a participação do Parlamento nos debates promovidos pelo evento, que acontece em Brasília entre 18 e 23 de março.

Durante a sessão, os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Cristovam Buarque (PPS-DF) foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente da subcomissão, composta ainda por Roberto Muniz (PP-BA); Ana Amélia (PP-RS); Fátima Bezerra (PT-RN); Acir Gurgacz (PDT-RO); Armando Monteiro (PTB-PE); Fernando Bezerra Coelho (PMDB-PE); Flexa Ribeiro (PSDB-PA); Hélio José (PROS-DF); Lasier Martins (PSD-RS); Otto Alencar (PSB-BA); Reguffe (sem partido-DF); e Davi Alcolumbre (DEM-AP).

“Este é, sem dúvida, talvez o maior evento que Brasília vai sediar em toda a sua história”, disse Viana, ao citar o que chamou de gravíssimo problema de abastecimento de água vivido pela capital federal que levou a um racionamento na distribuição. Em sua fala, o senador destacou ainda que o Brasil concentra 12% de toda a água doce do planeta. “A realização desse fórum é uma oportunidade fantástica”, concluiu.
Brasília - O diretor presidente da Adasa, Paulo Salles, o senador Jorge Viana e o diretor da ANA, Ricardo Medeiros de Andrade durante sessão no Senado sobre o 8 Fórum Mundial da Água(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Brasília - O diretor presidente da Adasa, Paulo Salles, o senador Jorge Viana e o diretor da ANA, Ricardo Medeiros de Andrade durante sessão temática sobre o 8º Fórum Mundial da Água Marcelo Camargo/Agência Brasil

O diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) e copresidente do Comitê Internacional Organizador do fórum, Paulo Salles, disse que as expectativas para o evento são as melhores possíveis. “Trata-se de uma grande conquista para nós, brasileiros e brasilienses, e uma grande oportunidade para discutirmos temas da atualidade em busca de parcerias”, avaliou. “Nosso grande mote e objetivo é tornar a água uma prioridade das políticas públicas”.

Já o diretor-executivo do fórum e diretor de Gestão da Agência Nacional de Águas, Ricardo Andrade, destacou que a edição brasileira será mais inclusiva do que os eventos anteriores para garantir a participação de diferentes segmentos sociais. O acesso à chamada Vila Cidadã, por exemplo, segundo ele, será gratuito, mediante apenas o preenchimento de um cadastro.

Serviço

A Vila Cidadã e a Feira do 8º Fórum funcionarão a partir do dia 17 de março, um dia antes da abertura oficial do evento, das 9h às 22h. No site do evento, é possível baixar o aplicativo para celular Water Forum 8, conhecer a programação e fazer a inscrição, além de acessar outras informações.

O Fórum Mundial da Água é organizado pelo Conselho Mundial da Água; pelo governo federal, com o Ministério do Meio Ambiente e a ANA; e pelo governo do Distrito Federal, pela Adasa.

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212