Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 85% dos brasileiros ainda estão na poupança, mas juro menor leva investidores para fundos - Jornal Brasil em Folhas
85% dos brasileiros ainda estão na poupança, mas juro menor leva investidores para fundos


SÃO PAULO - O número de pessoas que têm conta poupança representa 85% (62,6 milhões de contas) de todos os investidores brasileiros, apontando a manutenção do favoritismo da aplicação mesmo com o baixo retorno oferecido. A caderneta de poupança também responde pela maior parte dos recursos investidos (39,2%).

No entanto, a queda da taxa de juros para 6,75% têm ajudado a levar investidores a diversificar suas aplicações em opções mais rentáveis, como os fundos em geral, cujas aplicações cresceram 32,8% no ano passado, segundo dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Entre os fundos, o destaque ficou com a categoria multimercados, com aumento de 117,1% no volume das aplicações, atingindo R$ 69,4 bilhões no fim de 2017.

O resultado reflete a procura cada vez maior dos investidores por produtos mais sofisticados com mais riscos envolvidos, principalmente entre o varejo alta renda, como efeito da queda dos juros, afirma José Rocha, presidente do Comitê de Varejo da Anbima.

A Selic está em 6,75% ao ano - no menor valor histórico e deve se manter assim até o fim de 2018, pelo menos. Diante desse novo cenário da taxa de juros, a Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) fez uma simulação de rendimento da poupança.

Em uma aplicação financeira no valor de R$ 10 mil pelo prazo de 12 meses, considerando Selic estável em 6,75% ao ano, a poupança teria acumulado rendimento no valor de R$ 473,00 (4,73% ao ano) totalizando valor aplicado de R$ 10.473,00. No entanto, outros investimentos conservadores em renda fixa, como o CDB e o Tesouro Direto, são capazes de proporcionar ganhos maiores em um ano.

Um CDB que pague 100% do CDI alcançaria, em 12 meses, total líquido (já descontados os impostos) de R$ R$ 10.556,88. Com um CDB com rentabilidade maior, de 110% do CDI, o investidor terminaria o ano com R$ 10.612,98. Aplicando R$ 10 mil no Tesouro Selic, o investidor terminaria o ano com R$ 10.554,23, já descontados os impostos e a taxa de custódia.

Nas quatro comparações com aplicações conservadoras, o investidor consegue ganhos superiores a poupança.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212