Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 OPS alerta para vacinação contra febre amarela após mortes no Brasil - Jornal Brasil em Folhas
OPS alerta para vacinação contra febre amarela após mortes no Brasil


As pessoas que vão a zonas onde circula o vírus da febre amarela devem se vacinar antes de viajar, lembrou a OPS nesta sexta-feira, depois da morte de dois turistas no Brasil, epicentro do surto que afeta a América do Sul.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPS), escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas, reiterou sua recomendação de que os viajantes internacionais devem se vacinar contra a febre amarela ao menos 10 dias antes de visitar zonas onde o vírus circula.

Além do Brasil, origem da maioria dos doentes de febre amarela confirmados na região, outros seis países e territórios sul-americanos notificaram casos nos últimos dois anos: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru e Suriname.

A ocorrência de casos confirmados de febre amarela em viajantes não vacinados mostra a necessidade de que os países reforcem a difusão destas recomendações para os viajantes internacionais, indicou em um comunicado.

Os viajantes devem tomar medidas para evitar as picadas de mosquitos e buscar atendimento médico se sentirem doentes durante sua viagem ou ao voltar, acrescentou.

Em particular, a OMS aconselha a vacinação contra a febre amarela para os que visitem 21 estados do Brasil, entre eles Rio de Janeiro e São Paulo.

Autoridades brasileiras informaram na quinta-feira que dois jovens chilenos que passaram alguns dias na Ilha Grande, no Rio de Janeiro, faleceram pelo surto de febre amarela.

O Brasil enfrenta o segundo surto anual consecutivo de febre amarela, em ambos os casos concentrado em três estados do sudeste: Minas Gerais, São Paulo e Rio.

A febre amarela é uma doença hemorrágica viral aguda que pode levar à morte. Provoca febre, calafrios, fadiga, dores de cabeça e musculares, geralmente associados com náuseas e vômitos. Os casos graves provocam insuficiência renal e hepática, icterícia e hemorragia.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212