Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 OPS alerta para vacinação contra febre amarela após mortes no Brasil - Jornal Brasil em Folhas
OPS alerta para vacinação contra febre amarela após mortes no Brasil


As pessoas que vão a zonas onde circula o vírus da febre amarela devem se vacinar antes de viajar, lembrou a OPS nesta sexta-feira, depois da morte de dois turistas no Brasil, epicentro do surto que afeta a América do Sul.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPS), escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS) para as Américas, reiterou sua recomendação de que os viajantes internacionais devem se vacinar contra a febre amarela ao menos 10 dias antes de visitar zonas onde o vírus circula.

Além do Brasil, origem da maioria dos doentes de febre amarela confirmados na região, outros seis países e territórios sul-americanos notificaram casos nos últimos dois anos: Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Peru e Suriname.

A ocorrência de casos confirmados de febre amarela em viajantes não vacinados mostra a necessidade de que os países reforcem a difusão destas recomendações para os viajantes internacionais, indicou em um comunicado.

Os viajantes devem tomar medidas para evitar as picadas de mosquitos e buscar atendimento médico se sentirem doentes durante sua viagem ou ao voltar, acrescentou.

Em particular, a OMS aconselha a vacinação contra a febre amarela para os que visitem 21 estados do Brasil, entre eles Rio de Janeiro e São Paulo.

Autoridades brasileiras informaram na quinta-feira que dois jovens chilenos que passaram alguns dias na Ilha Grande, no Rio de Janeiro, faleceram pelo surto de febre amarela.

O Brasil enfrenta o segundo surto anual consecutivo de febre amarela, em ambos os casos concentrado em três estados do sudeste: Minas Gerais, São Paulo e Rio.

A febre amarela é uma doença hemorrágica viral aguda que pode levar à morte. Provoca febre, calafrios, fadiga, dores de cabeça e musculares, geralmente associados com náuseas e vômitos. Os casos graves provocam insuficiência renal e hepática, icterícia e hemorragia.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212