Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Google Assistant adiciona mais idiomas em meio a concorrência global - Jornal Brasil em Folhas
Google Assistant adiciona mais idiomas em meio a concorrência global


O Google disse nesta sexta-feira que seu software de assistente digital estaria disponível em mais de 30 idiomas até o final do ano, conforme a empresa intensifica seus esforços de inteligência artificial contra a Amazon e outros concorrentes.

O Google Assistant, o software de inteligência artificial que está disponível em seus alto-falantes inteligentes, smartphones Android e outros dispositivos, também inclui capacidade multilíngue para que famílias ou indivíduos que falem mais de um idioma possam falar naturalmente com o programa, de acordo com uma postagem de blog do Google.

O movimento visa ajudar o Google, que tem ficado para trás no mercado de dispositivos inteligentes contra o hardware alimentado pelo Alexa da Amazon, a aumentar a concorrência em novos mercados.

Enquanto o Alexa atualmente opera apenas em inglês, o Google Assistant trabalha em oito idiomas e a nova iniciativa expande isso.

Até o final do ano (o Google Assistant) estará disponível em mais de 30 idiomas, atingindo 95% de todos os telefones Android elegíveis em todo o mundo, disse o vice-presidente do Google Nick Fox na postagem do blog.

Nos próximos meses, levaremos o Assistant ao dinamarquês, holandês, hindi, indonésio, norueguês, sueco e tailandês em telefones Android e iPhones, e adicionaremos mais idiomas em mais dispositivos ao longo do ano.

A opção multilíngue estará disponível primeiro em inglês, francês e alemão, com o suporte para mais idiomas vindo ao longo do tempo, escreveu Fox.

A mudança ocorre em meio a uma intensa competição entre softwares de inteligência artificial em smartphones e outros dispositivos pela Amazon, Microsoft, Apple, Samsung e outros.

A Amazon tomou a liderança inicial com os alto-falantes do Alexa e acredita-se que ocupe a maior parte desse mercado, com os dispositivos Google Home em um distante segundo lugar.

A Apple teve um início tardio no segmento de alto-falantes com o HomePod, que chegou ao mercado este mês nos EUA, Grã-Bretanha e Austrália.

 

Últimas Notícias

MJ abre investigação contra Google por violação à privacidade
Brumadinho negocia fundo internacional para reconstruir área atingida
Moradores de Brumadinho receberão benefícios do INSS adiantado
Bolsonaro está com pneumonia, mas permanece na unidade semi-intensiva
Principais direitos trabalhistas não serão retirados, diz Guedes
Prefeitura do Rio trabalha para reduzir impactos do temporal na cidade
Vale compra equipamentos novos para IML de Belo Horizonte
Ministro do STF confirma validade da tabela de frete rodoviário

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212