Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Google Assistant adiciona mais idiomas em meio a concorrência global - Jornal Brasil em Folhas
Google Assistant adiciona mais idiomas em meio a concorrência global


O Google disse nesta sexta-feira que seu software de assistente digital estaria disponível em mais de 30 idiomas até o final do ano, conforme a empresa intensifica seus esforços de inteligência artificial contra a Amazon e outros concorrentes.

O Google Assistant, o software de inteligência artificial que está disponível em seus alto-falantes inteligentes, smartphones Android e outros dispositivos, também inclui capacidade multilíngue para que famílias ou indivíduos que falem mais de um idioma possam falar naturalmente com o programa, de acordo com uma postagem de blog do Google.

O movimento visa ajudar o Google, que tem ficado para trás no mercado de dispositivos inteligentes contra o hardware alimentado pelo Alexa da Amazon, a aumentar a concorrência em novos mercados.

Enquanto o Alexa atualmente opera apenas em inglês, o Google Assistant trabalha em oito idiomas e a nova iniciativa expande isso.

Até o final do ano (o Google Assistant) estará disponível em mais de 30 idiomas, atingindo 95% de todos os telefones Android elegíveis em todo o mundo, disse o vice-presidente do Google Nick Fox na postagem do blog.

Nos próximos meses, levaremos o Assistant ao dinamarquês, holandês, hindi, indonésio, norueguês, sueco e tailandês em telefones Android e iPhones, e adicionaremos mais idiomas em mais dispositivos ao longo do ano.

A opção multilíngue estará disponível primeiro em inglês, francês e alemão, com o suporte para mais idiomas vindo ao longo do tempo, escreveu Fox.

A mudança ocorre em meio a uma intensa competição entre softwares de inteligência artificial em smartphones e outros dispositivos pela Amazon, Microsoft, Apple, Samsung e outros.

A Amazon tomou a liderança inicial com os alto-falantes do Alexa e acredita-se que ocupe a maior parte desse mercado, com os dispositivos Google Home em um distante segundo lugar.

A Apple teve um início tardio no segmento de alto-falantes com o HomePod, que chegou ao mercado este mês nos EUA, Grã-Bretanha e Austrália.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212