Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Três prêmios Nobel pedem que Suu Kyi pare os abusos contra rohingyas - Jornal Brasil em Folhas
Três prêmios Nobel pedem que Suu Kyi pare os abusos contra rohingyas


Três prêmios do Prêmio Nobel da Paz pediram, nesta segunda-feira, à presidente de Mianmar, Aung San Suu Kyi, para que pare a violência contra a minoria rohingya, alertando que, de outra forma, poderia ser julgada por genocídio.

O trio integrado por Tawakkol Karman, Shirin Ebadi e Mairead Maguire pediu à sua colega que acorde para as atrocidades que estão sendo cometidas contra esta minoria, constatadas depois que visitaram os campos de refugiados em Bangladesh, onde se refugiaram quase um milhão de rohinyas.

Trata-se claramente de um genocídio que está sendo cometido pelo governo birmanês e o Exército contra o povo rohingya, declarou Maguire.

Nós rejeitamos esta política de genocídio do governo birmanês. Os responsáveis serão levados perante o TPI (Tribunal Penal Internacional), advertiu.

Desde o final de agosto, quando a violência começou, cerca de 655.000 rohingyas fugiram de Mianmar para se refugiar no vizinho Bangladesh, no que a ONU considerou uma limpeza étnica realizada pelo Exército birmanês.

A líder birmanesa, que já foi um ícone dos direitos humanos, foi criticada por seu silêncio sobre a situação dos rohingyas.

Suu Kyi, Prêmio Nobel da Paz de 1991, gozava de amplo apoio enquanto esteve presa em domicílio por quase duas décadas.

Alguns especialistas acreditam que a decisão de Suu Kyi de não falar sobre o assunto é uma decisão calculada, uma vez que os rohinyas são desprezados pela maioria budista birmanesa e, em qualquer caso, ela não tem controle sobre o Exército.

Em Mianmar, a xenofobia e o ódio aos muçulmanos têm ganhado terreno e uma grande maioria dos habitantes considera os rohingyas como imigrantes ilegais que não fazem parte do país.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212