Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ação deixa de ser patinho feio e entra para lista de notáveis da XP - Jornal Brasil em Folhas
Ação deixa de ser patinho feio e entra para lista de notáveis da XP


SÃO PAULO - As ações do banco Santander (SANB11) receberam recomendação de compra do time de analistas da XP Investimentos, que incluiu a empresa em sua lista de notáveis. A recomendação é voltada para investidores com perfil de longo prazo, como alternativa de diversificação de carteiras.

Se olharmos para o passado não tão distante, o Banco sempre foi o patinho feio do setor, com baixo crescimento e reduzida rentabilidade. Mas os resultados chegaram e o Santander Brasil apresentou expansão de 587bps no ROE de 2015 para cá, ficando muito próximo de seus principais concorrentes privados, avalia a XP, em relatório enviado a clientes.

Segundo os analistas, a sinalização é de que este patamar veio para ficar nos próximos anos, podendo fazer com que o Santander se consolide como o segundo melhor banco em termos de rentabilidade sobre o patrimônio. O Santander reportou forte expansão do lucro líquido em 2017 (+36% gerencial), somando quase R$ 10 bilhões - no maior resultado da história do banco no país.

A equipe de análise da XP fixou preço-alvo de R$ 42,50, valor 11,6% acima do fechamento de sexta-feira (23) no cenário-base, ou seja, com bons resultados, leve expansão das carteiras de credito, inadimplência controlada e rentabilidade próxima ao patamar entre 17% e 18%.

Em um cenário otimista, a valorização seria de 16,9%, para R$ 44,50, conforme estimativas dos analistas. Esse cenário engloba duas principais variáveis superando as expectativas: a velocidade da expansão das carteiras de credito e a inadimplência melhorando mais rápido. Tal combinação pode resultar em rentabilidade acima de 18% ao longo do ano, avalia a XP.

Já em um cenário de estresse - caso a expansão das carteiras seja decepcionante e a inadimplência não dê sinais de melhora, prejudicando a lucratividade e a rentabilidade -, a ação poderia cair 12%, para R$ 33,50.

Dividendos Com mais lucro e melhor rentabilidade, o banco passou a ser também um bom investimento para quem busca retorno por meio de dividendos, destacam os analistas. Somente em 2017 foram distribuídos R$ 6,3 bilhões com rentabilidade (dividend yield) de 5,8%.

A expectativa para os dividendos neste ano também é positiva. Enquanto a média do setor gira em torno de 3,2%, a estimativa de dividend yield do Santander é de 5,2% para 2018. Olhando para rentabilidade sob o patrimônio, seus pares apresentam expectativa de ficar em média próximo de 15,9% este ano, no entanto o Santander deve manter o patamar próximo entre 17% e 18% nos próximos trimestres, afirmam os analistas.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212