Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Autoridades colombianas extraditam aos EUA Pablo Escobar do Equador - Jornal Brasil em Folhas
Autoridades colombianas extraditam aos EUA Pablo Escobar do Equador


A Colômbia extraditou na madrugada deste sábado (24) aos Estados Unidos (EUA) o traficante Washington Prado Alava, conhecido como o Pablo Escobar do Equador e requerido pelas autoridades americanas por transportar mais de 250 toneladas de cocaína a esse país, informou a Procuradoria colombiana.

Dada a administração do Ministério Público (MP), foi extraditado para os EUA Washington Prado Alava, que usa o pseudônimo Gerard, conhecido como Pablo Escobar do Equador. O homem tentou se vincular às listas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) para acessar a Jurisdição Especial para a Paz (JEP), detalhou o MP em comunicado.

Alava foi detido em 11 de abril do ano passado junto com os seus três principais comparsas: o também equatoriano Leonardo Adrián Vera, conhecido como Thiago, e os colombianos Robinson Alberto Castro, conhecido como Rocho, e Diego Fernando Arizala, conhecido como Zorro.

Gerard, que tem poder e capacidade de suborno muito altos, também era procurado no Equador pelos homicídios de vários promotores, juízes e policiais.

De acordo com a Procuradoria colombiana, Alava é considerado uns dos maiores chefes do tráfico dos últimos tempos, que se transformou em alvo importante para os EUA.

Para evitar sua extradição, o equatoriano tentou se vincular às listas de guerrilheiros apresentados pelas Farc para se submeter à JEP, encarregada de qualificar juridicamente as condutas graves cometidas pelos atores do conflito armado sob as normas do Código Penal Colombiano, o Direito Internacional em matéria de Direitos Humanos (DIDH), o Direito Internacional Humanitário (DIH) e o Direito Penal Internacional (DPI).

Alava, que permanecia detido na penitenciária Picota, de Bogotá, desde 12 de abril de 2017, foi escoltado por um dispositivo de segurança de 50 comandos e agentes da Direção de Investigação Criminal e Interpol (Dijin) da Polícia, o Instituto Nacional Penitenciário e Carcerário (Inpec) e a DEA, acrescentou a nota.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212