Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Eurodeputados pedem investigação sobre ascensão de braço-direito de Juncker - Jornal Brasil em Folhas
Eurodeputados pedem investigação sobre ascensão de braço-direito de Juncker


Eurodeputados pediram nesta terça-feira (27) a abertura de uma investigação sobre a controversa nomeação de Martin Selmayr, chefe de gabinete do presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, ao cargo-chave de secretário-geral do braço executivo da UE.

Os grupos ambientalista e da esquerda radical reivindicam em uma carta enviada aos outros grupos do Parlamento Europeu a abertura de uma investigação oficial por parte da comissão de Controle Orçamentário sobre esta nomeação.

Existem sérias preocupações com respeito à correta aplicação das regras de procedimento, escreveram em um e-mail Bart Staes e Dennis de Jong, porta-vozes dos dois grupos respectivamente, para os quais o procedimento transcorreu de forma bastante obscura e rápida.

Os dois grupos se perguntam se o alemão Selmayr, poderoso braço-direito de Juncker, pulou etapas ao ser nomeado secretário-geral em 21 de fevereiro, o mais alto cargo de funcionário público na Comissão Europeia, o qual assumiria em 1º de março.

As perguntas sobre esta inesperada nomeação provocaram dois dias de longos interrogatórios ao porta-voz da Comissão Europeia, Alexander Winterstein, por parte de jornalistas durante a coletiva de imprensa diária.

Este último, que chegou inclusive a chamar um jornalista de Robespierre e comparou outros profissionais de imprensa com crianças, não chegou a dissipar por completo as dúvidas sobre esta promoção, mais de um ano antes do fim do mandato de Juncker, que reivindicou transparência durante sua campanha.

Segundo Winterstein, Selmayr, de 47 anos, poderia ter sido transferido diretamente de seu cargo atual para o de secretário-geral. Mas escolheu submeter-se a um processo de seleção completo e exigente, acrescentou.

No fim de janeiro, o funcionário alemão se candidatou ao posto vago de secretário-geral da Comissão, que conseguiu em 21 de fevereiro, após vários dias de um processo no qual enfrentou um único concorrente, cujo nome não foi revelado.

No mesmo dia, o atual secretário-geral da Comissão, Alexander Italianer, apresentou sua demissão e Juncker propôs, então, aos comissários que Selmayr assumisse o cargo, o que foi aceito por unanimidade, segundo o porta-voz da Comissão.

Minutos depois, o presidente do braço executivo da União Europeia convocou uma coletiva para anunciar a nomeação.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212