Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Julgamento de apelação de Radovan Karadzic será em abril - Jornal Brasil em Folhas
Julgamento de apelação de Radovan Karadzic será em abril


O julgamento da apelação de Radovan Karadzic, ex-dirigente dos sérvios da Bósnia, condenado em 2016 a 40 anos de prisão em particular por genocídio, será celebrado em abril próximo, em Haia.

A audiência de apelação de Karadzic, de 72 anos, será realizada em Haia em 23 e 24 de abril, anunciou, em um comunicado, Theodor Meron, presidente do Mecanismo para os Tribunais Penais Internacionais (MTPI), que tomou o lugar do Tribunal Penal Internacional para a antiga Iugoslávia (TPII).

Em março de 2016, os juízes do TPII declararam Karadzic culpado de genocídio pelo massacre de 8.000 homens e meninos muçulmanos em julho de 1995, em Srebrenica, o pior massacre cometido na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Karadzic também foi condenado por perseguição, assassinatos, violações e tratamento desumano ou deslocamentos forçados, sobretudo durante o sítio de Sarajevo, que durou 44 meses e no qual morreram umas dez mil pessoas, e por implantar campos de detenção onde as condições de vida eram desumanas.

Karadzic, que apresentou a apelação, avalia que os juízes o consideram um suposto culpado e construíram um processo para justificar essa presunção, afirmou seu advogado após a condenação em primeira instância.

Após ter pedido a prisão perpétua, o promotor do TPII Serge Brammertz também entrou com uma apelação, consideram que 40 anos de prisão não eram uma pena suficiente.

Radovan Karadzic é o mais alto dirigente julgado pelo tribunal de crimes cometidos na guerra dos Bálcãs, após a morte, em 2006, do ex-presidente sérvio Slobodan Milosevic, durante o processo.

Karadzic era o presidente da entidade sérvia da Bósnia, a Republika Srpska. A guerra da Bósnia deixou mais de cem mil mortos e 2,2 milhões de deslocados entre 1992 e 1995.

Ratko Mladic, ex-chefe militar dos sérvios da Bósnia, conhecido como Açougueiro dos Bálcãs, foi condenado pelo TPII em novembro à prisão perpétua por genocídio, crimes contra a humanidade e de guerra. Também anunciou que apelaria de sua sentença.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212