Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Imprensa defende mandato ilimitado para Xi Jinping; redes sociais criticam - Jornal Brasil em Folhas
Imprensa defende mandato ilimitado para Xi Jinping; redes sociais criticam


A propaganda estatal chinesa entrou em ação nesta terça-feira para defender a proposta do Partido Comunista de conceder um mandato ilimitado ao presidente Xi Jinping, um projeto muito criticado nas redes sociais, apesar da censura drástica no país.

O Partido Comunista da China (PCC) apresentou a proposta de suprimir da Constituição do país o limite de dois mandatos presidenciais, o que permitiria a Xi, presidente da República Popular desde 2013, permanecer à frente do regime pelo tempo que desejar.

O projeto de mudança constitucional, anunciado no domingo, provocou muitas reações incrédulas, críticas e comentários indignados nas redes sociais chinesas.

Apesar da rapidez com que a censura suprime as mensagens negativas, muitos internautas expressaram o descontentamento nesta terça-feira na plataforma de microblogs Weibo.

Patético! 1,3 bilhão de habitantes e ninguém resiste, lamentou um internauta.

E pensar que havia sonhado com a possibilidade de escolher um presidente uma vez em minha vida, criticou outro.

Longa vida ao comandante Mao!, ironizou um internauta em uma mensagem retirada, mas visível, na página Free Weibo.

Vivemos a avidez imperial, o medo do poder autoritário e, 100 anos depois, nada mudou, afirmava outra mensagem censurada.

A censura bloqueou expressões como eu me oponho, rei autoproclamado, mandatos consecutivos ou Winnie the Pooh, personagem de desenho animado com o qual Xi Jinping é comparado.

O China Daily, jornal oficial em língua inglesa, defendeu o fim do limite dos mandatos presidenciais, ao considera a medida necessária para aperfeiçoar o sistema de governo do Partido e do Estado.

O jornal elogiou as conquistas econômicas e políticas conquistadas com a firme direção do PCC, que poderia sair reforçada com esta medida.

A propaganda oficial argumenta que a reforma permitira harmonizar o estatuto presidencial com o de secretário-geral do PCC, sem limites.

Para o Global Times, jornal oficial de ideias nacionalistas, a mudança constitucional representa uma nova era do socialismo chinês.

Desde a chegada ao poder de Xi Jinping no fim de 2012, a nova equipe de governo (...) aprofundou as reformas de maneira exaustiva e magnífica, insiste a publicação, que critica o sistema democrático ocidental.

Em regiões cruciais do Ocidente, o sistema de valores desmorona. A democracia (...) está em plena decomposição ali. Nosso país não tem que ser perturbado pelo mundo exterior.

 

Últimas Notícias

SP: viaduto que cedeu passará por elevação com macacos hidráulicos
Operação de feriado reduziu em 4% o total de acidentes graves, diz PRF
Seleção para o Mais Médicos terá limitador de vagas por município
Petrobras pode ser privatizada em parte, diz Bolsonaro
Traficante brasileiro extraditado do Paraguai é levado para o Paraná
Com proximidade do verão, Rio reforça campanha de combate à dengue
Embaixada do Brasil parabeniza Paraguai por extradição de traficante
Encontro avalia estratégias contra a corrupção e lavagem de dinheiro

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212