Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Incidentes antissemitas sobem 57% nos EUA, alerta Liga Antidifamação - Jornal Brasil em Folhas
Incidentes antissemitas sobem 57% nos EUA, alerta Liga Antidifamação


Os incidentes antissemitas subiram 57% nos Estados Unidos no primeiro ano do governo de Donald Trump com relação a 2016, e a maioria ocorreu em escolas, informou nesta terça-feira (27) a Liga Antidifamação (ADL).

A organização de luta contra o antissemitismo destacou que esta é a maior alta em um ano desde que começou a coletar dados na década de 1970. Pela primeira vez em pelo menos oito anos, a elevação ocorreu em todos os estados, informou.

A ADL identificou um total de 1.986 incidentes antissemitas em 2017 no país contra 1.267 em 2016, sobretudo em Nova York, Califórnia e Nova Jersey, que têm grandes comunidades judaicas.

Estes incidentes chegaram em um momento no qual vemos um clima crescente de incivilidade, de fortalecimento dos grupos de ódio e cada vez mais divisões na sociedade, disse o presidente da ADL, Jonathan Greenblatt.

Trump foi criticado em fevereiro por silenciar durante vários dias após mais de cem ameaças contra escolas e outras instituições judaicas em um período de poucas semanas. Finalmente, qualificou-as de horríveis e dolorosas.

Críticos afirmam que sua eleição encorajou a extrema direita, grupos neonazistas e outros racistas, que assediam ou agridem imigrantes latinos, negros, muçulmanos ou integrantes da comunidade LGBTQ.

A maioria dos incidentes antissemitas foi de casos de vandalismo, com 952 casos em 2017, uma alta dramática de 86% com relação a 2016.

O assédio subiu 41%, incluindo a onda de ameaças de bomba no começo do ano, embora as agressões tenham diminuído 47% para um total de 19 contra 36 em 2016, indicou a Liga Antidifamação.

Os incidentes ocorreram majoritariamente em escolas para menores de 12 anos, onde houve uma alta de 94% com relação a 2016, superando apenas os episódios registrados em parques públicos. Em universidades, os incidentes antissemitas cresceram 89%, segundo a Liga.

Um ex-jornalista do Missouri (centro oeste) foi detido em dezembro por fazer uma dúzia de ameaças falsas contra centros comunitários judaicos e um adolescente judeu de Israel, desequilibrado, também foi acusado de fazer várias ameaças de bomba, informou a ADL.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212