Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Município do Rio de Janeiro entra em estágio de atenção por causa da chuva - Jornal Brasil em Folhas
Município do Rio de Janeiro entra em estágio de atenção por causa da chuva


O município do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 19h20 de hoje (27) por causa de chuvas de “intensidade forte a muito forte” em algumas áreas da cidade, de acordo com o Centro de Operações (COR) da prefeitura. O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de três e indica a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

O COR alertou que há previsão de pancadas de chuva moderada a forte nesta noite e na madrugada, podendo chegar a muito forte, acompanhada de rajadas de vento moderado a forte e raios.A Defesa Civil municipal acionou sirenes de duas comunidades de São Carlos e do Rato, no bairro do Estácio, na região central do Rio. Os moradores devem seguir até os pontos de apoio.

Logo após as 19h20, a prefeitura do Rio registrou chuva forte nos bairros do Jardim Botânico, com 12,6 milímetros (mm), Santa Teresa (9,6 mm), Recreio dos Bandeirantes (8,6 mm), Irajá (8,2 mm), Tijuca (8 mm), Rocinha (6,6 mm); e chuva fraca a moderada em outras regiões da cidade.

Recomendações

A prefeitura orienta a população a procurar um local seguro, evitar áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos, verificar se há sinais de rachaduras nas residências e se perceber trincas ou abalo na estrutura, acionar a Defesa Civil pelo número 199 e, neste caso, evitar ficar em casa. Se houver ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, a orientação é não ficar próximo a árvores ou a áreas descampadas. A prefeitura recomenda também que a população coloque lixo nos pontos de coleta, uma vez que a água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias.

Para os moradores de áreas de risco, a orientação é ficar atentos aos alertas sonoros, porque o acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. Nesta situação, as pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.

Se houver necessidade de socorro, podem ser acionados os telefones de emergência do Corpo de Bombeiros (193), da Defesa Civil (199) ou da Central de Atendimento da Prefeitura (1746).

Edição: Luana Lourenço

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212