Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estado do Rio registra 100º caso de febre amarela, com 45 mortes - Jornal Brasil em Folhas
Estado do Rio registra 100º caso de febre amarela, com 45 mortes


O estado do Rio registrou hoje (28) o 100º caso de febre amarela e a 45ª morte pela doença. O último caso registrado foi no município de Trajano de Moraes, na região serrana. A vítima é uma mulher com cerca de 60 anos, moradora na zona rural, no distrito de Barra dos Passos. Ela morreu no fim de semana, mas a confirmação só ocorreu nesta quarta-feira. Antes dela, havia morrido um homem, de 32 anos, também morador da área rural de Trajano de Moraes, na localidade de Serra das Almas.
São Paulo - Inauguração da linha final de produção da vacina contra febre amarela na unidade Libbs Farmacêutica, uma empresa privada que fez acordo de transferência de tecnologia com o Instituto de Tecnologia em

Prefeitura de Trajano de Moraes pediu um reforço de 2 mil doses da vacina contra a febre amarela

A prefeitura do município informou, por meio de sua assessoria, que em 2017 foram aplicadas 8.505 vacinas e que este ano já foram aplicadas 400 doses. Trajano de Moraes tem 12.320 moradores, mas é muito procurado por turistas, principalmente nos finais de semana, por suas matas e cachoeiras. A prefeitura pediu um reforço de 2 mil doses e fará a imunização, inclusive no sábado, Dia D de combate à febre amarela.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, a lista com os municípios onde foram registrados casos da doença é a seguinte: Angra dos Reis, 19 casos, sendo dez mortes; Valença, 18 casos com seis mortes; Teresópolis, 13 casos com seis mortes; Nova Friburgo, oito casos com três mortes; Duas Barras, oito casos com uma morte; Sumidouro, sete casos com duas mortes; Cantagalo, cinco casos com três mortes; Rio das Flores, três casos com duas mortes.

A lista de municípios afetados prossegue: Engenheiro Paulo de Frontin, dois casos, sendo duas mortes; Carmo, dois casos com uma morte; Mangaratiba, dois casos com uma morte; Maricá, dois casos com uma morte; Vassouras, dois casos com uma morte; Paty do Alferes, dois casos e nenhuma morte; Cachoeiras de Macacu, uma morte; Miguel Pereira, uma morte; Paraíba do Sul, uma morte; Piraí, uma morte; Petrópolis, um caso e nenhuma morte. Na lista, atualizada até terça-feira (27), Trajano de Moraes aparecia com uma morte, mas, com mais este caso fatal confirmado pela prefeitura, o município totaliza dois óbitos.

A Secretaria de Estado de Saúde ressalta que os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela, que é transmitida pela picada de mosquitos.

Edição: Juliana Andrade

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212