Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Parente diz que resposta para combustível caro não está na Petrobras - Jornal Brasil em Folhas
Parente diz que resposta para combustível caro não está na Petrobras


O presidente da Petrobras, Pedro Parente, disse hoje (28) que a resposta para o preço alto dos combustíveis no Brasil não está na estatal. O executivo participou de um seminário sobre o setor petrolífero, na Fundação Getulio Vargas (FGV) nesta quarta-feira (28) e disse que a empresa pratica uma política de preços semelhante à de outros países.

[Para] A questão do preço caro do combustível, a resposta não está na Petrobras. Porque, se estamos praticando um preço cuja referência é internacional, por definição, não é um preço injusto, argumentou Parente. Se nas bombas a gente tem um preço que é um múltiplo do preço da Petrobras, se na gasolina o preço é menos do que um terço do que em média acontece nas bombas, o problema não é a Petrobras.

A política de preços, na avaliação de Parente, é importante para que a Petrobras possa lidar com as importações e garantir sua participação no mercado brasileiro.

Parente disse a jornalistas que a situação do endividamento da empresa teve uma grande redução e citou o plano de chegar a 2022 com um nível comparável às melhores companhias petrolíferas do mundo. Isso é bom. A gente já andou uma parte, mas não chegou lá ainda. A gente não pode achar que o problema está resolvido.

No último balanço divulgado pela estatal, referente ao terceiro trimestre do ano passado, o endividamento somava cerca de US$ 87 bilhões. Ninguém pode olhar para uma dívida dessa e achar que a situação da empresa está resolvida, ponderou o executivo.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212