Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Mercosul e UE continuam em negociação de acordo comercial - Jornal Brasil em Folhas
Mercosul e UE continuam em negociação de acordo comercial


A União Europeia e o Mercosul decidiram prosseguir com suas negociações para um acordo de livre-comércio, pois, após duas semanas de deliberações em Assunção, ainda restam quatro ou cinco assuntos para resolver, anunciaram funcionários dos dois blocos nesta sexta-feira (2).

Podemos estar satisfeitos. Avançou, disse, em coletiva de imprensa, o ministro paraguaio de Relações Exteriores, Eladio Loizaga.

Os negociadores decidiram estender as negociações por mais duas, ou três, semanas, mas encerraram nesta sexta as reuniões em Assunção.

Loizaga disse que os representantes vão discutir assuntos pendentes usando tecnologias, como por teleconferências.

Não pudemos concluir totalmente. São quatro, ou cinco, temas (ainda sem acordo) neste momento, mas eu não vejo um grande problema, declarou a diretora para as Américas da UE, a tcheca Edita Hrdá, que acompanhou o chanceler paraguaio em seu anúncio à imprensa.

Estamos no começo de março. Vejo uma boa possibilidade de assinar (o acordo) sob a presidência do Paraguai, destacou a representante europeia. O mandato paraguaio se encerra em junho.

- Janela fechando -

As negociações entre a UE e o Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) se aceleraram com a intenção de chegar a um acordo antes de que tenha início o processo eleitora para as eleições presidenciais de outubro do Brasil.

A janela de oportunidades está prestes a se fechar. Nunca estivemos tão perto de um acordo. Daqui até o fim de março ainda restam quatro semanas, apelou, nesta semana o secretário de Comércio alemão, Matthias Machnig.

Na coletiva de imprensa, Loizaga reiterou que há um espírito político muito importante para avançar. Estamos para fechar.

O mundo mudou. Não podemos frear a globalização como disse (o presidente francês Emmanuel) Macron na Expo Agrícola (feira agropecuária na França), acrescentou.

Loizaga argumentou que é uma negociação grande e identificou o setor automotivo - especificamente as normas técnicas - entre os desafios mais difíceis de superar, bem como as compensações do setor agrícola.

Estou em contato permanente com os chanceleres do Mercosul e com (a comissária europeia de Comércio) Cecilia Malstrom. Há temas sensíveis ainda para eles e para nós, como autopartes por exemplo. Temos que ir alcançando um acordo que seja equilibrado para os dois blocos, afirmou.

Loizaga ainda destacou que na semana que vem o bloco sul-americano iniciará negociações comerciais parecidas com o Canadá e com Cingapura e, mais tarde, com a Coreia do Sul.

Mercosul e UE negociam há quase 20 anos um acordo de livre-comércio.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212