Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


10 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Vendas do comércio paulistano crescem 5,8% em fevereiro - Jornal Brasil em Folhas
Vendas do comércio paulistano crescem 5,8% em fevereiro


O movimento de vendas do varejo paulistano chegou ao décimo mês consecutivo de recuperação ao crescer 5,8% em fevereiro, na comparação com fevereiro de 2017. As vendas a prazo subiram 7,5% e à vista o aumento foi de 4%, indicou levantamento da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Este foi o melhor fevereiro desde 2014, quando a alta nas vendas havia sido de 8,6%.

Segundo o presidente da ACSP, Alencar Burti, o bom desempenho do varejo paulistano no segundo mês do ano ocorreu pela base fraca de comparação e também pela melhora do cenário macroeconômico.

Segundo o presidente da ACSP, Alencar Burti, o bom desempenho do varejo paulistano no segundo mês do ano ocorreu pela base fraca de comparação e também pela melhora do cenário macroeconômico.

“O carnaval deste ano ajudou as vendas, mas a grande explicação está nas fortes quedas que ocorreram nos dois últimos anos e nos fatores macroeconômicos. Com juros menores, prazos mais longos e maior renda das famílias, o comércio tem um caminho mais favorável para crescer. O varejo está em franca recuperação”, disse.

Os dados mostram que - na comparação com janeiro - as vendas tiveram queda de 6,2%, com -5,7% nas vendas à vista e -6,6% nas vendas a prazo. Segundo a ACSP, o recuo é sazonal.

Na comparação com janeiro deste ano, o movimento de vendas de fevereiro na capital apresentou queda média de 6,2% (-5,7% à vista e -6,6% a prazo). O recuo neste mês é meramente sazonal, por janeiro ser um mês típico de promoções e liquidações nas lojas, além de janeiro ter três dias úteis a mais do que em fevereiro.

“Contudo, é importante notar que o carnaval de rua vem crescendo em São Paulo, tornando-se uma da data comercial forte. Há claramente um estímulo, antes quase inexistente, no comércio de bebidas, roupas e adereços nessa época do ano”, analisou Burti.

Edição: Kleber Sampaio

 

Últimas Notícias

Petrobras demite funcionários com prisão decretada na Lava Jato
Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018
Alimentos da cesta básica estão mais caros em 16 capitais brasileiras
Vendas internas de veículos novos têm melhor resultado desde 2015
BNDES lança programa para atender startups
Mercosul e UE retomam negociação com expectativa de acordo até março
Poupança tem menor captação para meses de novembro em três anos
Toma posse diretoria da nova Agência Reguladora de Mineração

MAIS NOTICIAS

 

Moro reafirma “confiança pessoal” em Onyx
 
 
Após discussão, votação do Escola sem Partido em comissão é suspensa
 
 
Senado aprova projeto que congela distribuição de recursos do FPM
 
 
Crediário e cartão são os maiores responsáveis pela inadimplência
 
 
Balança comercial tem segundo melhor superávit para meses de novembro
 
 
Enel anuncia R$ 3,1 bi em distribuição de energia em São Paulo

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212