Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tempestade Emma e onda de frio Besta do Leste atingem Europa - Jornal Brasil em Folhas
Tempestade Emma e onda de frio Besta do Leste atingem Europa


A Europa foi atingida, esta semana, por dois fenômenos meteorológicos: a tempestade Emma e a onda de frio siberiano Besta do Leste. A primeira é uma massa de ar úmido que provocou muita chuva e ventos fortes. A segunda é uma massa de ar proveniente da Sibéria, que trouxe o frio intenso. Os dois acontecimentos resultaram em muita neve, escolas, estradas, aeroportos fechados, e algumas dezenas de mortos.

De acordo com o porta-voz da Agência Estatal de Meteorologia espanhola (Aemet), a ocorrência de massas de ar frio é normal para o período. O fenômeno desta semana foi mais intenso e extenso do que o normal. A imprensa inglesa apelidou a massa de ar siberiano de Besta do Leste, enquanto os holandeses a chamaram de urso siberiano e os suecos de canhão de neve.

A tempestade, que também ganhou nome, consiste em uma massa de ar úmido proveniente do Atlântico. A Emma, que já passou por Portugal, está a caminho do Reino Unido. As autoridades do sudoeste da Inglaterra desaconselham viagens que não sejam urgentes porque a neve e os fortes ventos podem representar riscos.

De acordo com o Weather Channel, a tempestade Emma afetou primeiramente os arquipélagos portugueses da Madeira e dos Açores, chegando ontem (28) ao continente e trazendo chuva e ventos fortes. A tempestade também impactou Espanha e França, tendo levado muita neve para as montanhas dos Pireneus.

Segundo o canal meteorológico, quando Emma chegar ao Reino Unido, deverá afetar também a Escócia, a Irlanda e o norte da Inglaterra com neve espessa, que se estenderá até a França e o Norte da Itália.

Estações meteorológicas

Desde dezembro do ano passado, as estações meteorológicas da França, Portugal e Espanha decidiram nomear as tempestades que possam produzir grande impacto para pessoas e bens. O motivo é que a população permanece mais atenta às recomendações de segurança quando a ameaça dos ventos fortes está claramente identificada.

As estações meteorológicas dos três países nomeiam conjuntamente as tempestades em ordem alfabética. A Emma é a quinta tempestade desde o início da lista, que engloba os seguintes nomes: Ana, Bruno, Carmen, David, Emma, Felix, Gisele, Hugo, Irene, Jose, Katia, Leo, Marina, Nuno, Olivia, Pierre, Rosa, Samuel, Telma, Vasco, Wiam.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Atos em Brasília marcam os 50 anos da Receita Federal
Temer pede que brasileiros reflitam sobre questão racial
Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
Dia da Consciência Negra é comemorado no Rio com homenagem a Zumbi
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212