Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tempestade Emma e onda de frio Besta do Leste atingem Europa - Jornal Brasil em Folhas
Tempestade Emma e onda de frio Besta do Leste atingem Europa


A Europa foi atingida, esta semana, por dois fenômenos meteorológicos: a tempestade Emma e a onda de frio siberiano Besta do Leste. A primeira é uma massa de ar úmido que provocou muita chuva e ventos fortes. A segunda é uma massa de ar proveniente da Sibéria, que trouxe o frio intenso. Os dois acontecimentos resultaram em muita neve, escolas, estradas, aeroportos fechados, e algumas dezenas de mortos.

De acordo com o porta-voz da Agência Estatal de Meteorologia espanhola (Aemet), a ocorrência de massas de ar frio é normal para o período. O fenômeno desta semana foi mais intenso e extenso do que o normal. A imprensa inglesa apelidou a massa de ar siberiano de Besta do Leste, enquanto os holandeses a chamaram de urso siberiano e os suecos de canhão de neve.

A tempestade, que também ganhou nome, consiste em uma massa de ar úmido proveniente do Atlântico. A Emma, que já passou por Portugal, está a caminho do Reino Unido. As autoridades do sudoeste da Inglaterra desaconselham viagens que não sejam urgentes porque a neve e os fortes ventos podem representar riscos.

De acordo com o Weather Channel, a tempestade Emma afetou primeiramente os arquipélagos portugueses da Madeira e dos Açores, chegando ontem (28) ao continente e trazendo chuva e ventos fortes. A tempestade também impactou Espanha e França, tendo levado muita neve para as montanhas dos Pireneus.

Segundo o canal meteorológico, quando Emma chegar ao Reino Unido, deverá afetar também a Escócia, a Irlanda e o norte da Inglaterra com neve espessa, que se estenderá até a França e o Norte da Itália.

Estações meteorológicas

Desde dezembro do ano passado, as estações meteorológicas da França, Portugal e Espanha decidiram nomear as tempestades que possam produzir grande impacto para pessoas e bens. O motivo é que a população permanece mais atenta às recomendações de segurança quando a ameaça dos ventos fortes está claramente identificada.

As estações meteorológicas dos três países nomeiam conjuntamente as tempestades em ordem alfabética. A Emma é a quinta tempestade desde o início da lista, que engloba os seguintes nomes: Ana, Bruno, Carmen, David, Emma, Felix, Gisele, Hugo, Irene, Jose, Katia, Leo, Marina, Nuno, Olivia, Pierre, Rosa, Samuel, Telma, Vasco, Wiam.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212