Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Tribunal peruano congela contas de Toledo por caso Odebrecht - Jornal Brasil em Folhas
Tribunal peruano congela contas de Toledo por caso Odebrecht


Um tribunal ordenou congelar as contas bancárias no Peru do ex-presidente Alejandro Toledo por cerca de um milhão de dólares pelo caso de corrupção envolvendo a empreiteira Odebrecht, informou nesta sexta-feira (2) o Poder Judiciário.

O Segundo Juizado de Investigação Preparatória Nacional ordenou o congelamento de quatro contas bancárias por um valor próximo ao milhão de dólares, do ex-presidente Alejandro Toledo, no âmbito das investigações contra ele sobre o caso Odebrecht, destacou o poder judiciário em uma nota.

A Suprema Corte peruana deve decidir na segunda-feira se dá sinal verde ao pedido de extradição de Toledo dos Estados Unidos, onde reside.

O juiz Santos Roger Benites declarou fundada a medida de congelar as contas de Toledo (2001-2006) a pedido da Unidade de Inteligência Financeira (UIF).

A ordem busca evitar que as contas de Toledo sejam postas fora do alcance das autoridades nacionais encarregadas de investigar e sancionar os supostos atos de corrupção na licitação da estrada Interoceânico.

A promotoria considera que existem indícios que envolvem Toledo na comissão do crime de lavagem de ativos relacionados com a transferência de elevadas quantias de dinheiro provenientes de atos de corrupção (subornos e tráfico de influência), explicou o Poder Judiciário.

O ex-presidente teria oferecido a Jorge Barata, representante da Odebrecht no Peru, a possibilidade de vencer a licitação da Interoceânica em troca de 35 milhões de dólares, dos quais lhe foram abonados de maneira escalonada cerca de 20 milhões de dólares através de seu amigo Josep Maiman, acrescentou.

O tribunal congelou as contas dois dias depois de Jorge Barata declarar a promotores peruanos que Toledo recebeu, ainda, 700.000 dólares para a campanha presidencial de 2011.

A Odebrecht admitiu ter desembolsado propinas de 29 milhões de dólares no Peru entre 2005 e 2014, durante os governos de Toledo, Alan García e Ollanta Humala.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212