Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Trump diz que relação entre EUA e Israel nunca foi tão boa - Jornal Brasil em Folhas
Trump diz que relação entre EUA e Israel nunca foi tão boa


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou nesta segunda-feira que as relações entre seu país e Israel nunca foram tão boas, durante a recepção na Casa Branca ao primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

Trump sugeriu que poderá participar em 14 de maio da cerimônia de abertura da nova embaixada americana em Jerusalém, uma decisão que gerou uma onda de críticas no mundo todo.

No encontro na Casa Branca entre dois líderes acossados pela Justiça de seus respectivos países, Trump disse que analisa a ida a Jerusalém para a inauguração da embaixada e que tratará deste e de outros temas com Netanyahu, que não escondia sua satisfação.

Israel é muito especial para mim. É um país especial, gente especial, e espero poder estar (na inauguração da embaixada). Estou muito orgulhoso da decisão de transferir a embaixada de Tel Aviv para Jerusalém.

A inauguração da embaixada está programa para coincidir com o 70º aniversário da declaração de independência de Israel.

No Salão Oval da Casa Branca, Netanyahu não economizou elogios a Trump, que comparou com figuras históricas como Ciro, o Grande, Lord Arthur Balfour e o ex-presidente americano Harry Truman.

- Viagem polêmica -

A eventual viagem de Trump a Jerusalém seria um gesto evidente da solidez das relações entre Estados Unidos e Israel, mas tem todos os elementos para se tornar um pesadelo diplomático e enfurecer os aliados árabes de Washington.

Israelenses e palestinos reivindicam Jerusalém como sua capital, e o gesto de Trump de transferir a embaixada gerou um incomum repúdio por parte dos 128 países da Assembleia Geral das Nações Unidas, em dezembro passado.

Horas antes da chegada de Netanyahu à Casa Branca, foi confirmado que um ex-auxiliar do premier aceitou testemunhar em um caso de corrupção que coloca em risco a posição do líder israelense.

Seguindo a cartilha de Trump, o premier israelense qualificou de fake news todas as denúncias de corrupção contra ele.

Na reunião na Casa Branca, Netanyahu deve se concentrar na questão do Irã, que considera o maior inimigo de Israel.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212