Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Número de assinantes de TV paga recua 3,9% nos últimos 12 meses - Jornal Brasil em Folhas
Número de assinantes de TV paga recua 3,9% nos últimos 12 meses


Números divulgados hoje (5) pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que a quantidade de consumidores do serviço de TV por assinatura no Brasil recuou 3,9% nos últimos 12 meses. Nesse período, as empresas perderam 729.017 assinantes, fechando janeiro de 2018 com 17.972.539 de contratos registrados.

Nos últimos 12 meses, a Claro aparece na frente entre as empresas com maior queda no número de assinantes: 8,41%, fechando janeiro com menos 829.397 contratos . Em segundo lugar aparece a Vivo com queda de 112.257 contratos e redução de 6,64%. Na terceira posição está a prestadora Nossa TV, que apresentou redução 2,34%, com menos 2.996 contratos.

Durante esse período, em números absolutos, o estado de São Paulo foi o que mais perdeu assinantes. Foram menos 400.675 contratos, recuo de 5,58%. Em seguida vem o Rio de Janeiro, com uma redução de 3,65% e menos 92.898 assinantes do serviço. A Bahia vem em terceiro, com menos 32.157 contratos, queda de 5,32%.

Em termos percentuais, a Paraíba foi o estado que mais perdeu assinantes nos últimos 12 meses, com uma queda de 9,62% e menos 13.652 contratos. Depois vem o Amapá, com redução de 9,4% e menos 2.181 contratos, logo em seguida vem Sergipe, onde a redução de 8.638 assinantes representou uma queda 9,12% nos contratos.

Comparativo mensal

Ainda de acordo com a agência, o serviço de TV por assinatura permaneceu praticamente estável na comparação entre dezembro do ano passado e janeiro de 2018, apresentando uma redução de 0,16%, com menos 29.647 assinantes.

Na comparação entre dezembro de 2017 e janeiro de 2018, os dados mostram que a Claro também é a empresa com a maior redução na quantidade de assinantes, em números absolutos, com uma queda de 38.348 contratos, redução de 0,42%. Em seguida aparece a Oi, com queda de 0,65% e redução de 9.862 contratos. Em terceiro ficou a Vivo, que teve redução de 3.084 contratos, queda de 0,19%.

Em termos absolutos, considerando o mesmo período, Santa Catarina aparece na frente, com 7.727 contratos cancelados, recuo de 1,12%. Em seguida vem o Rio de Janeiro com uma queda de 0,27% e menos 6.701 assinantes. Minas Gerais fecha a terceira posição com redução de 0,4% e menos 6.337 contratos.

Em termos percentuais, as maiores reduções foram registradas em Pernambuco, onde a queda foi de 1,41%, com menos 3.826 contratos; Santa Catarina, com redução de 1,12% na base de assinantes e menos 7.727 contratos, e o Ceará, onde a retração foi de 1,08%, registrando 4.253 contratos a menos.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212