Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Primeiro comboio de ajuda desde aumento de ataques entra em Guta Oriental - Jornal Brasil em Folhas
Primeiro comboio de ajuda desde aumento de ataques entra em Guta Oriental


Um comboio humanitário entrou nesta segunda-feira (5) em Guta Oriental, o principal reduto opositor dos arredores de Damasco. Essa é a primeira carga de ajuda a esta zona desde a intensificação dos ataques por parte das autoridades sírias e de seus aliados em 18 de fevereiro.

O Escritório de Coordenação Humanitária da ONU (Ocha) na Síria informou no Twitter que a caravana estava entrando em Duma, a maior cidade de Guta Oriental, com assistência médica e alimentar para 27,5 mil pessoas.

O comboio foi organizado pela ONU, pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) e pelo Crescente Vermelho da Síria.

O OCHA denunciou que não foi permitida a carga de muitas provisões sanitários para salvar vidas, sem oferecer mais detalhes.

Anteriormente, o CICR tinha anunciado em um tweet que o comboio, composto por 46 caminhões, dirigia-se a Guta Oriental e que tinha chegado à zona da Al Wafidin.

Esta área separa Guta Oriental, sob o domínio de facções islâmicas e rebeldes, das partes sob o controle das forças governamentais nos arredores de Damasco.

Ontem, a ONU anunciou que tinha intenção de distribuir ajuda humanitária na segunda-feira em Duma.

Em um comunicado, o Ocha explicou que o comboio ia consistir em 46 caminhões com provisões alimentares e médicos com assistência para 27,5 mil pessoas.

O próprio coordenador humanitário do Ocha na Síria, Ali al Zaatari, lidera este comboio.

O Ocha assegurou que recebeu autorização para repartir assistência a um total de 70 mil pessoas em Guta Oriental e que recebeu garantias que, após o dia de hoje, poderá ter acesso de novo à zona em 8 de março.

O comboio de hoje é o primeiro que chega à região assediada desde 14 de fevereiro.

Guta Oriental é desde 18 de fevereiro alvo de bombardeios da aviação síria e russa, bem como da artilharia governamental, que causaram a morte de pelo menos 695 pessoas, de acordo com a última contagem do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE