Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Primeiro comboio de ajuda desde aumento de ataques entra em Guta Oriental - Jornal Brasil em Folhas
Primeiro comboio de ajuda desde aumento de ataques entra em Guta Oriental


Um comboio humanitário entrou nesta segunda-feira (5) em Guta Oriental, o principal reduto opositor dos arredores de Damasco. Essa é a primeira carga de ajuda a esta zona desde a intensificação dos ataques por parte das autoridades sírias e de seus aliados em 18 de fevereiro.

O Escritório de Coordenação Humanitária da ONU (Ocha) na Síria informou no Twitter que a caravana estava entrando em Duma, a maior cidade de Guta Oriental, com assistência médica e alimentar para 27,5 mil pessoas.

O comboio foi organizado pela ONU, pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR) e pelo Crescente Vermelho da Síria.

O OCHA denunciou que não foi permitida a carga de muitas provisões sanitários para salvar vidas, sem oferecer mais detalhes.

Anteriormente, o CICR tinha anunciado em um tweet que o comboio, composto por 46 caminhões, dirigia-se a Guta Oriental e que tinha chegado à zona da Al Wafidin.

Esta área separa Guta Oriental, sob o domínio de facções islâmicas e rebeldes, das partes sob o controle das forças governamentais nos arredores de Damasco.

Ontem, a ONU anunciou que tinha intenção de distribuir ajuda humanitária na segunda-feira em Duma.

Em um comunicado, o Ocha explicou que o comboio ia consistir em 46 caminhões com provisões alimentares e médicos com assistência para 27,5 mil pessoas.

O próprio coordenador humanitário do Ocha na Síria, Ali al Zaatari, lidera este comboio.

O Ocha assegurou que recebeu autorização para repartir assistência a um total de 70 mil pessoas em Guta Oriental e que recebeu garantias que, após o dia de hoje, poderá ter acesso de novo à zona em 8 de março.

O comboio de hoje é o primeiro que chega à região assediada desde 14 de fevereiro.

Guta Oriental é desde 18 de fevereiro alvo de bombardeios da aviação síria e russa, bem como da artilharia governamental, que causaram a morte de pelo menos 695 pessoas, de acordo com a última contagem do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

 

Últimas Notícias

Receita paga hoje as restituições do último lote do IRPF 2018
Mercado mantém estimativa de inflação em 3,71% este ano
BC anuncia que atividade econômica cresce 0,02% em outubro
Embraer e Boeing aprovam termos para fusão
Leilão da Ceal é adiado para o dia 28 de dezembro
Tesouro quitou no ano R$ 4,19 bi de estados e municípios inadimplentes
Paulo Guedes diz que pretende cortar até 50% das verbas do Sistema S
Com intervenção do BC, dólar começa semana em queda

MAIS NOTICIAS

 

Paulo Guedes diz que pretende cortar até 50% das verbas do Sistema S
 
 
Documentos de Ghosn são recolhidos de apartamento em Copacabana
 
 
COP24: países definem regras para implementar Acordo de Paris
 
 
Crise na Nicarágua se agrava, diz Comissão de Direitos Humanos da OEA
 
 
Regulamentação do mercado de carbono será decidida somente na COP 25
 
 
Coreia do Norte adverte EUA que sanções podem impedir desnuclearização

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212