Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Vereadores denunciam à Polícia Civil mortes por falta UTI’s em Goiânia - Jornal Brasil em Folhas
Vereadores denunciam à Polícia Civil mortes por falta UTI’s em Goiânia


Os vereadores integrantes da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Saúde, entregaram ao titular Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), Thiago Damasceno, nesta terça-feira (6), uma denúncia de mortes de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) por falta de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s). Segundo os parlamentares, haveria uma seleção de pacientes para os leitos nos hospitais credenciados à rede pública de saúde.

Os vereadores entregaram também ao delegado o relatório oficial enviado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) sobre dados da ocupação diária dos leitos de UTI cadastrados ao SUS de agosto de 2016 a agosto de 2017. O documento mostra que havia leitos desocupados mesmo com uma fila de espera por vagas. “Pacientes com tratamento mais caro não conseguem a vaga. Isso tem acontecido principalmente com idosos. É uma fila criminosa de pessoas que aguardam vagas, mesmo havendo leitos disponíveis”, argumenta o relator da CEI Elias Vaz (PSB).

Para o parlamentar, a situação exposta pelo documento indica que há uma seleção de pacientes e que a secretaria estava ciente do caso. Segundo Elias, até o momento em que a denúncia foi entregue ao delegado, havia 83 pessoas aguardando vagas de UTI junto a hospitais credenciados à rede municipal de saúde.

O relatório cedido pela SMS mostra que entre agosto e dezembro de 2016, havia, em média, 89 leitos desocupados de UTI adulto no município e 172 leitos ocupados. A média subiu de janeiro a agosto de 2017, quando havia 128 leitos vagos e 169 ocupados.

Segundo Elias, 475 pacientes morreram morreram em unidades de saúde no ano passado, conforme relação encaminhada à CEI pela prefeitura. O documento relativo aos óbitos bem como cópias de reportagens jornalísticas que relatam a morte de pacientes que aguardavam por leitos também foram entregues ao delegado. “Certamente muitos desses pacientes teriam uma chance se tivessem acesso a uma vaga de UTI”, disse o vereador.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que, inicialmente, as investigações sobre o caso vão ser conduzidas pela DIH e pela Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Administração Pública (Dercap). Os policiais vão analisar os documentos apresentados pela CEI e buscar novos elementos que comprovem a existência de uma seleção de pacientes à vagas de UTI.

A SMS informou, também por meio de nota, que vai auxiliar nas investigações e reforçou que cada caso deve ser analisado individualmente.

 

Últimas Notícias

Centro está preparado para lançamento de foguete após acidente
Cidades brasileiras integram programa de preservação de florestas
MP denuncia ex-marido de corretora assassinada no Rio
Bolsonaro segue estável e internado no Hospital Albert Einstein
Goiás entra para a elite dos Estados mais competitivos do País
Petrobras eleva gasolina em 2 centavos; diesel permanece inalterado
MME faz consulta sobre planejamento da transmissão de energia elétrica
Inadimplência do consumidor subiu 3,63% em agosto

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212