Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Meirelles: Brasil vai estudar possível negociação com EUA sobre taxação do aço - Jornal Brasil em Folhas
Meirelles: Brasil vai estudar possível negociação com EUA sobre taxação do aço


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (8) que o Brasil vai analisar uma possível negociação com os Estados Unidos com relação ao aumento da tarifa sobre o aço importado, medida assinada nesta quinta-feira pelo presidente Donald Trump.

“O governo assinou isso, vai valer daqui a 15 dias, mas eles estão dizendo que estão abertos a negociações. É preciso saber que negociação é essa, o que eles estão querendo negociar. Isso tudo será analisado do ponto de vista do que o Brasil tem a ganhar ou perder”, disse Meirelles, em Nova York, onde participa de um evento para promover investimentos estrangeiros no Brasil.

Para o ministro, a medida do governo americano é negativa para todos os envolvidos. “Beneficia a produção de aço e preserva os empregos de um grupo de trabalhadores das empresas que produzem aço. Mas prejudica, custa emprego para empresas industriais que usam aço ou alumínio e que diminuem a sua competitividade internacional por terem um insumo mais caro”.

O governo brasileiro divulgou nota hoje afirmando que a medida do governo americano vai causar graves prejuízos ao Brasil e terá impactos nas relações comerciais e de investimentos entre os dois países.

Boeing

O ministro participou hoje de uma reunião com executivos da norte-americana Boeing, que negocia uma união com a brasileira Embraer. Segundo o ministro, a companhia fez uma apresentação sobre a proposta atual que eles estão fazendo à Embraer e ao governo brasileiro.

“É uma proposta que tem que ser analisada pelo Ministério da Defesa, mas é uma decisão empresarial, em última analise. Mas, do ponto de vista do interesse nacional, é importante ouvir”, disse Meirelles.

Segundo o ministro, a empresa manifestou interesse em usar a mão-de-obra brasileira, em uma possível fusão. “Eles dizem que têm interesse muito grande de usar mão-de-obra brasileira, por uma questão de custo e da mão-de-obra de alta qualidade da Embraer. Isso é uma questão que será devidamente analisada”. A proposta da Boeing é a separação de empresa em uma companhia de Defesa e outra empresa de jatos comerciais.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212