Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jun de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 “Enel vai transformar Goiás em um caso de sucesso na distribuição de energia no Brasil”, diz Marconi - Jornal Brasil em Folhas
“Enel vai transformar Goiás em um caso de sucesso na distribuição de energia no Brasil”, diz Marconi


Empresa também apresentou balanço dos investimentos realizados em 2017, e as perspectivas para os próximos dois anos. Até 2020, deverão ser investidos R$ 2 bilhões.

O governador Marconi Perillo participou, na noite de quinta-feira, dia 09, da apresentação oficial da nova logomarca da empresa que era a Celg. Um ano após ter sido adquirida pela empresa italiana Enel, pelo valor de R$ 2,2 bilhões, a Celg Distribuição passa a se chamar Enel Distribuição Goiás.

Os diretores da Enel também fizeram um balanço dos investimentos realizados em 2017, que somam R$ 830 milhões, e apresentaram as perspectivas de investimentos de 2018 a 2020. Nesse período, a empresa deverá investir R$ 2 bilhões no Estado. Atualmente, executa 24 obras de ampliação das linhas de distribuição e criação de novas subestações, dentre outras.

Melhoria significativa de suficiência energética

Em entrevista à imprensa, o governador afirmou que o balanço do primeiro ano de investimentos é altamente positivo. “A Celg não teria condições de investir nem R$ 200 milhões em 2017, e a Enel investiu mais de R$ 800 milhões. Vamos ter uma melhoria muito significativa de suficiência energética, com atendimento das demandas de setores fundamentais para a economia, como a indústria, agronegócio, serviços, comércio e residências. Estou convencido de que a Enel vai transformar Goiás em um caso de sucesso na distribuição de energia para a holding, não só para o Brasil, mas para o mundo”, declarou.

O presidente da Enel Distribuição Goiás, Abel Rochinha, afirmou que a empresa tem os recursos e mecanismos necessários para atender à demanda reprimida e melhorar a qualidade da energia no Estado. “Até 2020 devemos reduzir o tempo de falta de energia em 40%. Esse é um dos projetos de melhoria significativa que será possível realizar nos próximos dois anos. Tenho dito que só precisamos de mais tempo para realizarmos um trabalho cada vez melhor”, frisou.

Participaram do evento também o responsável pela Divisão Global de Infraestrutura e Redes da Enel, Lívio Gallo; o presidente da Enel no Brasil, Carlo Zorzoli, empresários goianos, entre outras autoridades.

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás


 

Últimas Notícias

Em uma semana, Lava Jato colhe três derrotas com Gleisi, fim da coerção e delações da PF
Colômbia: nova geração chega para governar com todos, diz Iván Duque
Trump anuncia criação de força espacial dos Estados Unidos
Inglaterra e Bélgica são os destaques no quinto dia de Copa
Brasil não é mais o Deus soberano do futebol, afirma Silvio Luiz
Embaixada levará 50 estudantes brasileiros para intercâmbio nos EUA
Polícia Civil investiga ações do ex-senador Luiz Estevão na Papuda
Suécia vence Coreia do Sul com pênalti marcado com auxílio do VAR

MAIS NOTICIAS

 

Pelo grupo do Brasil, Sérvia vence Costa Rica
 
 
Justiça Federal aceita 24ª denúncia contra ex-governador Sérgio Cabral
 
 
Copa do Mundo altera rotina de comissões e de visitas no Congresso
 
 
Carioca ainda aguarda estreia do Brasil para entrar no clima da Copa
 
 
Torcida acredita em vitória do Brasil, mas sem muita euforia
 
 
Neymar afirma que não tem medo de sonhar grande

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212