Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Espanha lembra vítimas de ataques terroristas de 2004 em Madri - Jornal Brasil em Folhas
Espanha lembra vítimas de ataques terroristas de 2004 em Madri


A Espanha homenageia hoje (11) as 193 vítimas dos atentados jihadistas de 11 de março de 2004, em Madri, com vários atos ao longo do dia e uma mensagem comum de união para acabar com a violência e o terrorismo.

Naquele dia, há exatos 14 anos, uma ação coordenada de terroristas de uma célula da rede Al Qaeda explodiram bombas tendo como alvo o serviço de trens da região metropolitana da capital espanhola.

Os primeiros atos de hoje começaram de manhã cedo, com a participação de dirigentes das principais instituições madrilenhas, do governo espanhol, de embaixadas, forças de segurança e membros de associações de vítimas.

No Twitter, o presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, pediu memória e união contra a injustiça da barbárie como a ocorrida em Madri há 14 anos. Como a cada 11 de março, Dia Europeu das Vítimas do Terrorismo, prestamos homenagem às vítimas e nos aproximamos de suas famílias , afirmou Rajoy.

A presidente da região de Madri, Cristina Cifuentes, e a prefeita da capital espanhola, Manuela Carmena, foram juntas à primeira homenagem que aconteceu na emblemática Porta do Sol. Lá, elas colocaram uma coroa de flores em memória das vítimas da maior ação terrorista da história da Espanha. Enquanto isso, e durante cinco minutos, os sinos das igrejas de Madri repicaram em forma de homenagem.

O Bosque del Recuerdo, no parque El Retiro, foi o local da maior homenagem do dia, com a presença de representantes dos principais partidos políticos espanhóis e do governo, entre eles o ministro de Interior, Juan Ignacio Zoido, e a ministra da Defesa, María Dolores de Cospedal.

Outro ato aconteceu nas estações de trem de Atocha, Santa Eugenia e El Pozo, onde as bombas dos terroristas semearam o terror há 14 anos.

Desde o 11 de março a luta contra o terrorismo jihadista não cessou na Espanha, e até o momento 271 operações foram realizadas pelas forças de segurança, 30 delas em outros países em colaboração com suas respectivas polícias. Mais de 800 pessoas foram detidas nessas ações.

Edição: Maria Claudia

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212