Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Colômbia tem falta de cédulas para votação que definirá candidatos presidencias - Jornal Brasil em Folhas
Colômbia tem falta de cédulas para votação que definirá candidatos presidencias


As cédulas para a votação que vai definir os candidatos presidenciais na Colômbia acabaram em alguns pontos do país, que realiza também eleições legislativas, informou neste domingo a entidade encarregada de organizar as eleições.

O Registro Nacional assegurou que não houve cédulas suficientes em 20 dos mais de 11.000 postos de votação no país, alguns deles em Bogotá e Medellín, para definir os aspirantes presidenciais da direita e da esquerda por falta de orçamento.

Por problemas orçamentários não foi impressa a totalidade de cédulas (36 milhões, o número de colombianos habilitados a votar), só foram impressas 15 milhões para cada consulta - da esquerda e da direita -, disse o registrador, Juan Carlos Galindo, a jornalistas.

O funcionário havia ordenado previamente trasladar cédulas entre as mesas e aprovou inclusive fotocópias das cédulas para suprir a demanda dos eleitores nos locais em que for necessário.

A 40 minutos do fechamento das urnas, Galindo assegurou que a situação estava normalizada.

Segundo o registrador delegado para temas eleitorais, Jairo Suárez, a entidade solicitou ao governo um orçamento de 33 bilhões de pesos (11 milhões de dólares), mas só foram aprovados 26 bilhões (oito milhões de dólares).

Não é um problema de falta de cédulas, mas de distribuição das mesmas, afirmou o ministro do Interior, Guillermo Rivera.

O ministro da Fazenda, Mauricio Cárdenas, assegurou que o número de cédulas impressas foi determinado com base no histórico de eleitores na Colômbia, onde a abstenção costuma ser de cerca de 60%.

As consultas interpartidárias definirão os candidatos de esquerda e de direita para as presidenciais de 27 de maio, quando será eleito o substituto de Juan Manuel Santos.

Na direita participam o senador Iván Duque, do Centro Democrático, liderado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, a conservadora Marta Lucía Ramírez e o ex-procurador Alejandro Ordóñez.

O ex-guerrilheiro e ex-prefeito de Bogotá Gustavo Petro lidera as pesquisas para a esquerda, na frente do ex-mandatário da cidade caribenha de Santa Marta Carlos Caicedo.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212