Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 China aprecia esforços dos EUA em relação a Coreia do Norte, diz Trump - Jornal Brasil em Folhas
China aprecia esforços dos EUA em relação a Coreia do Norte, diz Trump


O presidente da China, Xi Jinping, reconhece os esforços diplomáticos implementados pelos Estados Unidos para resolver a crise norte-coreana, em vez de optar por uma alternativa ameaçadora, disse o presidente americano, Donald Trump, neste sábado.

O presidente Xi me disse que aprecia que os Estados Unidos trabalhem para resolver o problema diplomaticamente, em vez de optar por uma alternativa ameaçadora. A China continua nos ajudando, escreveu o presidente ao dar alguns detalhes de seu diálogo telefônico com o líder chinês na sexta-feira.

Nesse dia, a Casa Branca havia anunciado que ambos os chefes de Estado se comprometeram a manter a pressão e as sanções até que a Coreia do Norte dê passos concretos em direção a uma desnuclearização completa, verificável e irreversível.

Trump surpreendeu o mundo na quinta-feira ao aceitar um convite para se reunir com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, antes do final de maio.

Aprecio as intenções positivas do presidente (Trump) a fim de obter uma resolução pacífica do problema na península coreana, disse Xi durante o diálogo, segundo relatos da agência chinesa de notícias.

Em outro tuíte neste sábado, Trump também se mostrou otimista de que Pyongyang se abra para a desnuclearização, condição para que se realize uma cúpula histórica entre ele e Kim Jong Un.

A Coreia do Norte não realizou nenhum teste de míssil desde 28 de novembro de 2017 e prometeu não fazer isso ao longo de nossas reuniões. Acredito que eles honrarão esse compromisso!, tuitou Trump neste sábado.

Por outro lado, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, se mostrou muito entusiasta sobre as conversas com a Coreia do Norte, acrescentou Trump em outra mensagem.

Como a principal voz discordante, a ex-candidata presidencial democrata Hillary Clinton estimou que o governo de Trump não vê o perigo que as discussões com o regime norte-coreano representam.

Se querem falar com Kim Jong Un sobre suas armas nucleares, precisam de diplomas com experiência, disse Hillary, ex-chefe da diplomacia americana, em uma entrevista publicada neste sábado pelo jornal holandês Algemeen Dagblad.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212