Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 China aprecia esforços dos EUA em relação a Coreia do Norte, diz Trump - Jornal Brasil em Folhas
China aprecia esforços dos EUA em relação a Coreia do Norte, diz Trump


O presidente da China, Xi Jinping, reconhece os esforços diplomáticos implementados pelos Estados Unidos para resolver a crise norte-coreana, em vez de optar por uma alternativa ameaçadora, disse o presidente americano, Donald Trump, neste sábado.

O presidente Xi me disse que aprecia que os Estados Unidos trabalhem para resolver o problema diplomaticamente, em vez de optar por uma alternativa ameaçadora. A China continua nos ajudando, escreveu o presidente ao dar alguns detalhes de seu diálogo telefônico com o líder chinês na sexta-feira.

Nesse dia, a Casa Branca havia anunciado que ambos os chefes de Estado se comprometeram a manter a pressão e as sanções até que a Coreia do Norte dê passos concretos em direção a uma desnuclearização completa, verificável e irreversível.

Trump surpreendeu o mundo na quinta-feira ao aceitar um convite para se reunir com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, antes do final de maio.

Aprecio as intenções positivas do presidente (Trump) a fim de obter uma resolução pacífica do problema na península coreana, disse Xi durante o diálogo, segundo relatos da agência chinesa de notícias.

Em outro tuíte neste sábado, Trump também se mostrou otimista de que Pyongyang se abra para a desnuclearização, condição para que se realize uma cúpula histórica entre ele e Kim Jong Un.

A Coreia do Norte não realizou nenhum teste de míssil desde 28 de novembro de 2017 e prometeu não fazer isso ao longo de nossas reuniões. Acredito que eles honrarão esse compromisso!, tuitou Trump neste sábado.

Por outro lado, o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, se mostrou muito entusiasta sobre as conversas com a Coreia do Norte, acrescentou Trump em outra mensagem.

Como a principal voz discordante, a ex-candidata presidencial democrata Hillary Clinton estimou que o governo de Trump não vê o perigo que as discussões com o regime norte-coreano representam.

Se querem falar com Kim Jong Un sobre suas armas nucleares, precisam de diplomas com experiência, disse Hillary, ex-chefe da diplomacia americana, em uma entrevista publicada neste sábado pelo jornal holandês Algemeen Dagblad.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212