Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Balanço da Rodovida mostra redução de 14% no número de mortes em rodovias - Jornal Brasil em Folhas
Balanço da Rodovida mostra redução de 14% no número de mortes em rodovias


As ações da Operação Rodovida 2017/18 levaram a uma redução de 14% no número de mortes nas rodovias federais em relação à operação anterior. O balanço foi divulgado hoje (13) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Entre 22 de dezembro de 2017 e 18 de fevereiro deste ano, 913 pessoas morreram em acidentes nas estradas federais. Durante a Rodovida 2016/17, foram registrados 1.063 óbitos.

Alcoolemia, alta velocidade e ultrapassagens indevidas são as atitudes que mais provocam mortes no trânsito. Segundo o diretor-geral da PRF, Renato Dias, apesar da colisão frontal representar apenas 2% dos acidentes, foi o que mais fez vítimas, quase 30% do total.

“Temos que incentivar a educação no trânsito, o trabalho preventivo e a saúde dos profissionais que transportam cargas em veículos pesados neste país. É algo complexo, que envolve várias ações, desde educação e prevenção até punição [com multas]”, afirmou Dias. De acordo com o diretor da PRF, para cada vítima fatal em veículos pesados, ocorrem 35 mortes em outros tipos de veículo.

Mesmo com as ações educativas e fiscalizações em pontos estratégicos, os órgãos contabilizaram 13.606 acidentes, uma redução de 7,7% em comparação com os números da operação de 2016/17, que apontaram 14.739 casos. Durante a operação, também foram registradas 13.772 pessoas feridas em acidentes. Na operação de 2016/2017, foram 14.254 feridos, números que mostram queda de 3%.

A Rodovida é uma ação integrada com vários ministérios e também órgão estaduais e municipais. Durante o período da operação, ocorreram ações simultâneas e conjuntas em locais e horários preestabelecidos visando aumentar a segurança e fluidez nas rodovias. De acordo com a PRF, a prioridade foi para açõesem locais com maior incidência de acidentes.
PRF reforça fiscalização nas rodovias federais durante o carnaval

PRF sposta na fiscalização no esforço para reduzir número de mortes nas rodoviasDivulgação/PRF

As fiscalizações resultaram em 418.196 autuações, entre as quais 3.205 por alcoolemia, 28.708 por falta do uso de cadeirinha e 53.101 por ultrapassagem irregular.

O excesso de velocidade foi o comportamento indevido campeão de autuações no período, com 459.565 flagrantes nos radares da PRF e 2.554.221 nos radares administrados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Durante a Rodovida, também cresceu a apreensão de armas e drogas.

Realizada desde 2011, a Operação Rodovida tem por objetivo reduzir a gravidade dos acidentes, para evitar mortes, e seus custos sociais. Estima-se que o custo social de acidentes em rodovias federais no ano passado tenha chegado a R$ 8,9 bilhões, conforme levantamentos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da PRF, publicado em 2015.

De acordo com a PRF, com a redução do número de acidentes, feridos e mortos por acidentes de trânsito, a economia estimada equivale a R$ 106 milhões, somente durante o período da operação.

O objetivo da PRF é alcançar a meta da Organização das Nações Unidas (ONU), que proclamou o período de 2011 a 2020 como a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, para redução de 50% do número de mortes.

Alerta Brasil

O ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungman, que assistiu à apresentação dos resultados da Rodovida, informou que, na próxima semana, será lançado um incremento ao programa Alerta Brasil, da PRF. Trata-se de um sistema de câmeras de alta resolução com capacidade para ler as placas dos carros e fazer o monitoramento do veículo ao longo de vários estados, identificando possíveis suspeitos.

No Rio de Janeiro, aumentará de três para 21 o número de pontos eletrônicos nas estradas. No âmbito nacional, o aumento será de 33 para 330 pontos.

“Isso vai melhorar o desempenho da Polícia Rodoviária Federal”, afirmou Jungmann. Segundo o ministro, o déficit de pessoal na corporação chega a 3 mil. Na última semana, o ministro anunciou um concurso que vai suprir 500 vagas na PRF. Hoje, 10.154 policiais rodoviários federais estão em atividade.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212