Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Em sessão solene, deputados debatem Campanha da Fraternidade e Superação da Violência - Jornal Brasil em Folhas
Em sessão solene, deputados debatem Campanha da Fraternidade e Superação da Violência


A Câmara dos Deputados realizou nesta segunda-feira (26) sessão solene em comemoração do início da Campanha da Fraternidade de 2018, que tem como tema “Fraternidade e superação da violência”, tendo como lema “Em Cristo somos todos irmãos”. Todos os anos, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) realiza uma campanha durante a quaresma para reflexão de seus fiéis.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, encaminhou discurso em que ressaltou a atualidade da campanha, lembrando que o Brasil vive hoje período dramático da escalada da violência urbana em todas as regiões.

O deputado Roney Nemer (PP-DF) também destacou que o tema da Campanha da Fraternidade é atual por tratar da violência. Ele afirmou que existem vários tipos de violência, desde a violência física à violência virtual, que atinge até mesmo os políticos em suas mídias sociais. “O Estado é laico, como muita gente diz nas nossas redes sociais, mas nós não somos. Nós temos religião”, destacou.

O deputado Nelson Pellegrino (PT-BA) afirmou que a CNBB tem sido visionária na escolha dos temas da Campanha da Fraternidade. Mesmo que o tema tenha sido escolhido dois anos antes, ele disse que está atual. “Um momento de muita observação, de muita reflexão no País, quando o governo federal acaba de fazer um decreto de intervenção militar no Rio de Janeiro na segurança pública sob a justificativa de estarmos vivendo uma violência desenfreada”, destacou.

O presidente da CNBB e cardeal arcebispo de Brasília, dom Sergio da Rocha, destacou, em discurso encaminhado ao Plenário, que a superação da violência poderá ser alcançada através da vivência do lema desta campanha (“Em Cristo somos todos irmãos”).

Tipos de violência
O vídeo da Campanha da Fraternidade destaca vários tipos de violência que ocorrem cotidianamente: o racismo, a intolerância religiosa e a violência contra crianças, jovens e idosos. O vídeo destaca principalmente, no entanto, a violência doméstica contra a mulher, que afeta toda a família.

Segundo a secretária de Esportes do Distrito Federal, Leila Barros, a Campanha da Fraternidade é importante para incentivar a proteção da família e valores como o amor. “Muitas mulheres são esteios de família. Não só cuidam de seus lares, de seus filhos, mas são elas que trazem o alimento para esses lares, sendo também desrespeitadas.”

Superação da violência
A campanha tem como objetivo mostrar que a fraternidade é a superação da violência para a reconstrução da paz e para haver justiça e reconciliação. Segundo a campanha, a violência não pode ser a resposta para os problemas da sociedade brasileira.

A sessão solene foi proposta pelos deputados Rôney Nemer, Nelson Pellegrino, Izalci Lucas (PSDB-DF), Alessandro Molon (Rede-RJ), Luiz Couto (PT-PB) e Vicentinho (PT-SP).

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212