Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Broadcom anuncia mudança para EUA em meio a investigação - Jornal Brasil em Folhas
Broadcom anuncia mudança para EUA em meio a investigação


A gigante de microprocessadores Broadcom, atualmente sediada em Cingapura, anunciou nesta segunda-feira (12) que vai migrar sua sede para os Estados Unidos em abril, enquanto luta para adquirir sua concorrente americana Qualcomm.

A mudança de sede será em 3 de abril, dois dias antes de uma assembleia de seus acionistas, que devem se pronunciar sobre a compra da Qualcomm, por cerca de 117 bilhões de dólares.

A fusão, que seria uma das maiores já realizadas neste setor, está suspensa desde que o Comitê de Investimentos Estrangeiros dos Estados Unidos (CFIUS) decidiu examiná-la do ponto de vista da segurança nacional.

A imprensa americana disse nesta segunda-feira que o CFIUS considera que a Broadcom não obedece sua ordem de não fazer nenhum movimento relativo ao negócio até que a investigação tenha sido concluída.

O CFIUS teme que a fusão leve a uma queda do investimento em pesquisa e desenvolvimento, o que provocaria uma perda da liderança atual da Qualcomm na tecnologia 5G - e, consequentemente, dos Estados Unidos.

A Broadcom alegou, em nota, que a mudança da sede para os Estados Unidos já estava prevista e não está ligada à compra da Qualcomm.

Em resumo, as considerações de segurança nacional não podem ser consideradas um risco sobre a sorte da fusão, pois a Broadcom nunca considerou comprar a Qualcomm antes de ter terminado a fixação de domicílio, segundo a mesma fonte.

Já o Wall Street Journal disse que a Intel, gigante americana de microprocessadores, está considerando fazer uma oferta de compra à Broadcom, para evitar sua aquisição pela Qualcomm.

Uma fusão entre Broadcom e Qualcomm produziria o terceiro maior fabricante mundial de microprocessadores, atrás da líder Intel e do grupo sul-coreano Samsung.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212