Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 México deve se preparar para entrada dos EUA no CPTPP, diz ministro - Jornal Brasil em Folhas
México deve se preparar para entrada dos EUA no CPTPP, diz ministro


O México debe se preparar para uma eventual incorporação dos Estados Unidos ao acordo transpacífico CPTPP, por se tratar de seu principal parceiro comercial, algo que pode acontecer a curto ou médio prazo, disse nesta terça-feira (13) o ministro de Economia mexicano.

Do ponto de vista do interesse do Estado mexicano, nós não podemos ficar distraídos (...) esperando ser pegos de surpresa por uma reincorporação de nosso parceiro mais importante, disse o ministro Ildefonso Guajardo em coletiva de imprensa.

Onze países assinaram na semana passada o Acordo Integral e Progressivo de Associação Transpacífico (CPTPP), uma versão renovada do Acordo de Parceria Transpacífico (TPP), que fracassou há um ano após decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar seu país do pacto.

Depois de descrevê-lo como um acordo terrível, o governo de Trump começou a dar sinais de querer se juntar ao CPTPP, que cria um mercado de 498 milhões de pessoas e representa 13% da economia mundial.

Guajardo disse que é difícil saber quando uma eventual reincorporação dos Estados Unidos pode se dar, mas destacou que atores públicos e privados do país, como o Senado e acadêmicos, consideram o tratado muito importante geopoliticamente.

Em qualquer momento, seja no curto ou médio prazo, a incorporação dos Estados Unidos a este acordo é algo que não podemos descartar, destacou.

Os Estados Unidos são destino de 80% das exportações mexicanas e seu parceiro com o Canadá no Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta), em vigor desde 1994 e atualmente em renegociação a pedidos de Trump.

O ministro explicou que a integração de novos membros ao acordo deve ser avaliada por seus 11 integrantes. Contudo, esse procedimento acontecerá uma vez que o tratado entre em vigor.

Há um cenário possível de o CPTTP entre em vigor até o fim de 2018, começo de 2019, adiantou Guajardo.

O tratado, considerado de maior envergadura atualmente em curso, foi assinado por Austrália, Brunei, Canadá, Chile, Japão, Malásia, México, Nova Zelândia, Peru, Cingapura e Vietnã.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212