Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 China: aço é um problema global que não se pode resolver sozinho - Jornal Brasil em Folhas
China: aço é um problema global que não se pode resolver sozinho


A China afirmou nesta terça-feira que adotou medidas concretas ante as acusações de dumping do Canadá, e que a questão do excesso de oferta de aço é um problema global, que nenhum país pode resolver sozinho.

Na segunda-feira, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, acusou a China de inundar o mercado mundial com seu alumínio e aço baratos, que representam uma concorrência desleal para o setor siderúrgico da América do Norte.

As críticas do Canadá coincidem com a decisão dos Estados Unidos de impor tarifas sobre a importação de aço e alumínio. A China produz metade do aço mundial.

Na realidade, a China está totalmente determinada e adotou medidas concretas para reduzir suas capacidades excedentes no aço, afirmou Lu Kang, porta-voz do ministério chinês das Relações Exteriores.

O governo da China, maior produtor de aço do mundo, afirma que reduziu a produção em mais de 50 milhões de toneladas em um ano.

Após 1,1 bilhão de de toneladas produzidas em 2016, Pequim se comprometeu a reduzir sua produção em 150 milhões de toneladas entre 2016 e 2020, um objetivo que pode ser alcançado ainda este ano, segundo as autoridades.

Mas o excedente de produção em escala mundial é um problema global que não pode ser resolvido por um país de maneira unilateral, disse Lu Kang.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212