Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 OCDE eleva previsões de crescimento mundial mas alerta contra protecionismo - Jornal Brasil em Folhas
OCDE eleva previsões de crescimento mundial mas alerta contra protecionismo


A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) elevou suas previsões de crescimento da economia mundial em 2018 e 2019, mas fez uma advertência contra o aumento do protecionismo, que afetaria o crescimento e o emprego.

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revisou para cima, nesta terça-feira, suas previsões de crescimentos da economia mundial e as de Brasil, México e Argentina, mas alertou contra um aumento do protecionismo, que afetaria a expansão e o mercado de trabalho no mundo todo.

O crescimento é estável, ou está melhorando, na maioria dos países do G20, declarou o diretor interino da OCDE, Álvaro Pereira, citado em nota.

Neste contexto, acreditamos que é importante evitar uma escalada das tensões comerciais, completou Pereira, em referências às dúvidas provocadas pelo anúncio do presidente americano Donald Trump de adotar tarifas pesadas para as importações de aço e alumínio.

O protecionismo comercial continua a ser um risco-chave, que afetaria negativamente a confiança, o investimento e o emprego, alertou.

Apesar das advertências de seus parceiros comerciais, Trump formalizou na última quinta-feira sua decisão de impor tarifas de 25% sobre as importações de aço e de 10% sobre as de alumínio. México e Canadá ficarão isentos por ora do imposto, que entra em vigor em cerca de dez dias.

Diante dos temores de uma guerra comercial, o diretor interino do organismo pediu para os governos adotarem soluções coletivas para gerir o excesso de produção de aço.

É indispensável preservamos o sistema econômico internacional, para evitar os efeitos negativos a longo prazo de uma saída dos mercados abertos, indicou a OCDE, cuja missão é promover políticas que melhorem o bem-estar econômico e social das pessoas no mundo.

Maior comprador mundial, os Estados Unidos importam aço principalmente do Canadá (15,6%), seguido de Brasil (9,1%), Coreia do Sul (8,3%) e México, de acordo com o Departamento de Comércio americano.

- Expansão em Brasil, Argentina e México -

Apesar das tensões, o ritmo do crescimento mundial no período de 2018-2019 será maior que em 2017, garantiu o organismo sediado em Paris, em sua avaliação econômica intermediária.

De acordo com a OCDE, a economia mundial vai acelerar o crescimento a 3,9% este ano e em 2019, ou seja, 0,2 ponto percentual a mais em 2018 e 0,3 ponto em 2019 em relação às previsões de seu informe de novembro passado.

O crescimento mundial foi de 3,7% em 2017.

Acreditamos que a economia mundial está saindo finalmente da crise financeira, disse Pereira.

A organização é particularmente otimista a respeito do crescimento econômico dos Estados Unidos, onde as medidas fiscais poderiam contribuir entre 0,5 e 0,75 ponto adicional ao crescimento do PIB em 2018 e 2019 .

A OCDE também elevou as previsões de crescimento para o Brasil, Argentina e México.

De acordo com a organização que reúne 35 países membros, o Brasil crescerá 2,2% este ano e 2,4% em 2019.

O México deve progredir 2,5% este ano, enquanto a economia da Argentina vai avançar 3,2% em 2018 e 2019.

Pela primeira vez, o desemprego em toda a OCDE caiu em 2017 abaixo de sua taxa anterior à crise econômica, de acordo com o relatório.

Mas a recuperação foi desigual, segundo o organismo, que indica que as taxas de emprego entre os jovens ainda estão abaixo dos níveis prévios à crise em vários países, inclusive Estados Unidos.

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212