Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Conselheiros do Crea pedem apoio para regularizar salário em concursos públicos - Jornal Brasil em Folhas
Conselheiros do Crea pedem apoio para regularizar salário em concursos públicos


Representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT) de todas as regiões do estado estiveram nesta terça-feira (13.03), no Palácio Paiaguás, para pedir apoio ao governador Pedro Taques sobre a regularização do salário mínimo profissional em concursos públicos. É a primeira vez que um governador de Mato Grosso recebe o conjunto de conselheiros do Crea, que engloba mais de 300 profissões.

O presidente do Crea, João Pedro Valente, explicou que recebeu essa demanda durante a campanha da presidência e é um assunto que angustia principalmente os jovens profissionais. “Eles se preparam e tem dificuldades de encontrar salários condizentes a sua qualificação por conta de instituições que descaracterizam as profissões e fazem concurso com outras nomenclaturas para evitar a lei que obriga o cumprimento do mínimo profissional”.

Taques reconheceu a necessidade de se respeitar o mínimo profissional e ofereceu apoio para que a lei esteja empregada nos futuros editais. O secretario da Casa Civil, Max Russi, que também participou da reunião disse que é necessário regulamentar o mais rápido possível a situação dos profissionais. “É importante o governo receber e dialogar com os segmentos, vendo a realidade. O governo só da certo quando escuta a população de todos os setores e o governador tem feito isso, contribuindo para que possamos fazer um estado com muito mais oportunidades”.

Taques também ouviu as considerações de conselheiros representantes de cada região do estado. O engenheiro agrônomo Valmor Volpato, de Sorriso, avaliou a aproximação entre segmento público político e técnico cientifico como um marco positivo que irá trazer bons frutos e ajudará os profissionais e alcançar os resultados esperados. O conselheiro Luiz Omar Piquete, de Água Boa destacou que a reunião foi extremamente produtiva por proporcionar um desenvolvimento harmônico e equilibrado entre o poder público e uma entidade de classe importante, dando novas oportunidades aos conselheiros do Crea.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212