Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Resolução da prefeitura do Rio cria feira especial em praça da Vila Kennedy - Jornal Brasil em Folhas
Resolução da prefeitura do Rio cria feira especial em praça da Vila Kennedy


A Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação do Rio de Janeiro (SMDEI) publicou hoje (14) uma resolução criando a Feira Especial na Praça Miami, na Vila Kennedy, zona oeste da cidade. De acordo com a prefeitura, serão construídos novos quiosques para os comerciantes que tiveram suas barracas removidas em operação na semana passada.

Uma unidade modelo será inicialmente instalada no local para que os empreendedores possam ver como será a utilização do espaço. A prefeitura afirma que os novos quiosques serão módulos padronizados, que garantirão a organização do espaço público. Ainda serão definidos os horários de funcionamento da feira e a relação dos produtos que poderão ser comercializados. Além disso, será desenvolvido um novo projeto urbanístico para a praça, que incluirá a instalação de mesas, cadeiras, academia da terceira idade e área de lazer para a população.

A remoção dos quiosques repercutiu negativamente entre os comerciantes e moradores, que protestaram durante os trabalhos. A ação se deu na sexta-feira (9), em um momento em que as Forças Armadas desenvolviam ações rotineiras na Vila Kennedy, que fica às margens da Avenida Brasil. O crime organizado instalado na comunidade vem sendo um dos primeiros alvos das ações da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro.

Segundo a prefeitura, os agentes conduziram uma operação de ordenamento urbano que identificou 52 construções fixas irregulares, ocupando quase todo o espaço livre da praça e desrespeitando a Lei Orgânica do Município. Os comerciantes reclamaram que a derrubada dos quiosques foi feita sem qualquer aviso prévio e muitos não conseguiram recolher seus produtos.

No mesmo dia, o prefeito Marcelo Crivella condenou os excessos dos agentes e afirmou que os funcionários envolvidos seriam afastados. No dia seguinte, ele também prometeu a abertura de uma linha de crédito para os 47 comerciantes afetados que foram cadastrados.

O decreto do Programa Rio Empreendedor, que estabelece o microcrédito, foi assinado ontem (13) por Crivella. Inicialmente implementado na Vila Kennedy, ele poderá ser expandido para outras comunidades. O programa também prevê a realização de cursos de qualificação profissional.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212