Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Economista conservador substitui Cohn na equipe de Donald Trump - Jornal Brasil em Folhas
Economista conservador substitui Cohn na equipe de Donald Trump


Larry Kudlow, um economista conservador e comentarista da televisão americana, substituirá o ex-banqueiro do Goldman Sachs, Gary Cohn, como conselheiro econômico do presidente Donald Trump, indicou nesta quarta-feira (14) a porta-voz da Casa Branca.

As funções do conselheiro do presidente para política econômica e diretor do Conselho Nacional de Política Econômica (NEC) foram oferecidas a Larry Kudlow, e ele aceitou, anunciou Sarah Sanders.

Em entrevista com o Wall Street Journal, Kudlow tinha antecipado que o cargo de diretor do NEC tinha sido proposto e ele aceitou.

É uma honra, comentou imediatamente o economista, que encontrou várias vezes Trump nos últimos dias, discutindo principalmente sua política comercial protecionista.

A emissora CNBC afirmou, nesta quarta, que o objetivo do presidente é formar uma coalizão comercial com a China.

O NEC, à frente do qual Kudlow substituirá Cohn, é uma instância de coordenação da execução da política econômica criada em 1993, da qual participam altos responsáveis dos ministérios e diversos especialistas de diferentes domínios.

Kudlow, de 70 anos, é economista e historiador. Ele foi membro do governo Reagan trabalhou no Escritório de Orçamento da Casa Branca.

Ele também é amigo de longa data, disse o presidente nesta terça-feira.

Larry me apoio desde o começo da campanha. É um homem de bem, com muito talento, declarou Trump, adiantando que tinha boas possibilidades de ser nomeado ao cargo.

- Vulgarizador -

Kudlow é conhecido por seu trabalho como comentarista econômica na televisão, com 25 anos da emissora CNBC.

Em 2007, contudo, quando a bolha imobiliária começava a estourar, ele garantiu ao público que os Estados Unidos não teriam uma recessão.

Na época reganiana aderiu à orientação econômica baseada na oferta (supply-side economics), que estipula que a redução de impostos e a desregulamentação estimulam o crescimento, caminho seguido hoje pelo governo de Trump.

Durante seu período no setor privado, foi chefe de economistas do banco Bear Stearns de 1987 a 1994, instituição que quebrou em 2008.

Em 2016, durante a campanha presidencial de Trump, Kudlow apoiou os projetos de construção do muro com o México e os cortes de impostos. Ele se tornou assessor informal do mandatário.

Casado três vezes, o economista admitiu ter feito tratamentos, nos anos 90, por alcoolismo e dependência da cocaína.

Visivelmente emocionado, nesta quarta, ele agradeceu a emissora financeira por ter lhe dado uma segunda oportunidade profissional, após seus problemas com vício.

Minha vida deu muitas voltas. Estou sóbrio e livre (de drogas) há 23 anos, admitiu, acrescentando que seu novo posto é fruto de 40 anos de trabalho.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212